Baleias encalhadas: por que isso acontece?

1.525 Visualizações
baleia encalhada
toxicweb

Um dos maiores animais do mundo é também alvo de graves problemas. Além dos casos de caça e de assassinato, as baleias são comumente encontradas encalhadas em praias de todo o mundo, onde acabam morrendo e se tornando atração turística.

Isso acontece porque, quando o inverno chega às regiões polares, a comida diminui consideravelmente, obrigando as baleias a migrarem até regiões com temperaturas mais agradáveis. No entanto, durante esse processo, algumas espécies são vítimas de doenças e de parasitas, causando um desequilíbrio e desorientando o animal que acaba encalhando nas praias.

Há aquelas, também, que encalham por falta de experiência ou por perseguição à presa. Outras se enroscam em alguma rede de pesca solta em alto-mar e acabam se afogando, sendo levadas naturalmente pela correnteza até as regiões rasas.

Um estudo realizado pelo Centro de Estudos sobre Encalhes de Mamíferos Marinhos (CEEMAM) também aponta causas naturais para o encalhe, como a interferência geomagnética – as baleias se orientam pelo campo magnético terrestre, e quando suas linhas convergem e sofrem distorções, as baleias se confundem mais facilmente –, as condições dos mares e do relevo submarino e as condições meteorológicas adversas.

O encalhe pode acontecer com apenas uma ou com um grupo de baleias. Quando o caso envolve dois ou mais animais, é denominado de encalhe em massa. No entanto, eles só ocorrem em algumas espécies – as que vivem em bando, como golfinhos e baleias piloto.

Baleias encalhadas na Indonésia
Baleias encalhadas na Indonésia. Foto: almasurf

Esses casos acontecem, normalmente, quando o animal líder se desorienta ou fica doente, levando todo o grupo com ele até a costa. Em 2012, a Indonésia registrou um encalhe em massa que envolveu 44 baleias, destas, 41 morreram.

Resgate e morte

A remoção das baleias encalhadas é de responsabilidade das autoridades locais ou de órgãos especializados. Quando há sucesso, o animal é devolvido ao mar. No entanto, em 85% dos casos, as baleias já chegam mortas à superfície.

Resgate de baleia
Foto: diariodonordeste

Além disso, o número de baleias mortas encalhadas é aumentado pela dificuldade de remoção e de recolocação do animal em seu habitat natural. Esse é um dos maiores problemas encontrados no salvamento das baleias.

Isso acontece porque, quando está fora da água, o animal tende a desidratar, superaquecer e sufocar. As espécies têm uma camada interna de gordura grossa e, por isso, quando expostas ao sol, elas também iniciam um processo de superaquecimento. Esse excesso resulta em uma desidratação.

Já o sufocamento tem início devido ao seu peso dentro d’água ser diferente de seu peso fora dela, comprimindo, desta forma, os pulmões e levando a falência de órgãos.