Ararinha-Azul será reintroduzida na Caatinga

1.017 views

A espécie Cyanopsitta spixii, conhecida como Ararinha-azul, recebeu este nome carinhoso para diferenciá-la da Arara Azul, que tem o dobro de seu tamanho. A pequena ave de 57 cm, de penas com tonalidade azul, é endêmica da caatinga brasileira, encontrada do extremo norte baiano ao sul do Rio São Francisco, na região de Juazeiro.

A sua extrema beleza foi alvo do tráfico ilegal de animais, uma das principais causas da extinção da Ararinha-azul do seu habitat, aliada ao grande desmatamento e queimadas na região. Em 1990, havia apenas um macho que sobrevoava pela caatinga, mas infelizmente ele foi avistado pela última fez em 2000. Atualmente, existem apenas 79 representantes da espécie vivendo em cativeiro.

Para mudar este cenário foi criado o Projeto Ararinha na Natureza que visa reintroduzir a espécie na caatinga, um trabalho que necessita de muitas pesquisas e cuidados segundo a coordenadora do Plano de Ação Nacional para a conservação da Ararinha, Camile Lugarini. Ela acredita que, se tudo der certo, poderá iniciar este processo em 2017.

Assista ao vídeo e conheça mais sobre a Ararinha-azul:

Agora admire a sua beleza nesta seleção de fotos que o Pensamento Verde separou para você:

Ararinha-Azul
Foto: Patrick Pleul/dpa/Zentralbild
Ararinha-Azul
Foto: Ararinha na Natureza
Ararinha-Azul
Foto: Ararinha na Natureza
Ararinha-Azul
Foto: Ararinha na Natureza