A polinização é melhor nas cidades do que no campo

498 views

Uma pesquisa realizada na Alemanha, revela a importância em manter os ambientes urbanos cada vez mais verdes e floridos

Vários estudos já mostraram que a substituição de áreas verdes por asfalto e concreto pode afetar a vida dos insetos e outros animais, que antes viviam naquele ambiente natural. Mas, embora a diversidade e a quantidade de insetos e animais seja reduzida, ainda assim algumas espécies podem se adaptar e continuar contribuindo com o planeta.

Isso é o que uma equipe de cientistas, liderada pelo Centro Alemão de Pesquisa Integrativa em Biodiversidade (iDiv), a Universidade Martin Luther Halle-Wittenberg (MLU) e o Centro Helmholtz de Pesquisa Ambiental (UFZ) está investigando.

Eles compararam a polinização de flores em locais urbanizados – com jardins, parques e praças floridas -, com áreas rurais, próximas a nove grandes cidades alemãs: Berlim, Braunschweig, Chemnitz, Dresden, Gotinga, Halle, Jena, Leipzig e Potsdam.

Para a surpresa dos cientistas, as flores polinizadas com mais sucesso foram as que estavam nas áreas urbanas. Elas eram visitadas pelas abelhas, borboletas e outros insetos polinizadores em uma frequência bem maior do que as flores e plantas das áreas rurais – mesmo havendo um número maior de insetos no campo.

Abelhas campeãs em polinização

Os pesquisadores também identificaram que o trabalho de polinização foi realizado predominantemente por abelhas. Três em cada quatro visitantes registrados, eram abelhas.

Eles acreditam que a grande quantidade e diversidade de abelhas encontradas nas cidades se deve à disponibilidade de habitats adequados disponíveis para este inseto. Apesar do concreto, o ambiente urbano oferece boas oportunidades para a construção de ninhos, em madeiras mortas ou cavidades de paredes, além disso, a grande variedade de flores em parques e jardins, ajudam a garantir o alimento para esses insetos.

Importância da polinização

A polinização é muito importante para a humanidade. Sem os polinizadores, a raça humana e todos os ecossistemas terrestres não sobreviveriam.

Estima-se que 90% de todas as espécies de plantas com flores dependem da polinização feita por insetos e animais, além disso, grande parte das plantas cultivadas para a nossa alimentação e fabricação de medicamentos dependem da polinização, que também é essencial para que as árvores frutíferas produzam frutos maiores e mais saborosos.

Por isso, o que os pesquisadores recomendam é que os governantes e a população ajudem esses polinizadores urbanos, garantindo que as cidades permaneçam cada vez mais verdes e floridas para que eles encontrem alimento e possam continuar o seu importante trabalho.