A importância da cana-de-açúcar para o meio ambiente

488 Visualizações

A cana-de-açúcar é conhecida por suas características peculiares, com formato cilíndrico e folhas grandes, que alcançam até seis metros de altura.

Sua altura se deve a quantidade de sol que recebe diariamente e é cultivada em clima tropical ou subtropical. A cana é da mesma família que as plantas, como o milho, o arroz e a cevada.

Ela é a responsável pela produção de açúcar e álcool, dois fatores importantíssimos para a economia mundial. Já que o álcool é utilizado nas bebidas alcoólicas e também no combustível etanol.

O surgimento da cana-de-açúcar

A planta não surgiu no Brasil, como todos pensam, mas sim na ilha de Nova Guiné, localizada no meio do oceano pacífico. Sua plantação só começou no Brasil em 1520, logo após os portugueses desembarcarem com a planta no país.

Desde sua chegada, a cana-de-açúcar se tornou um dos mais importantes cultivos desenvolvidos do país. O Brasil, inclusive, ocupa o primeiro lugar no ranking de produção de açúcar e é o maior exportador de etanol no mundo.

As buscas por combustíveis renováveis que possam substituir o petróleo e causar menos danos ao meio ambiente tem crescido, fazendo da cana-de-açúcar um produto procurado globalmente por ser sustentável.

O processo para a cana virar açúcar ou álcool é bem simples: Basta apenas moer a mesma para escorrer o açúcar em estado líquido, o que forma o famoso caldo de cana.

Para o líquido se tornar açúcar é necessário que ele seja fervido, para que a água seja evaporada, transformando-se em xarope concentrado com aproximadamente 65º brix. Neste momento, é realizado um novo aquecimento para a cristalização e recuperação de 80 a 85% da sacarose que estão no xarope, que vira uma massa e é centrifugada para ficar homogênea.

No caso do álcool, é necessário ser fermentado com uso de microrganismos (leveduras) para quebrar as moléculas do caldo, ajudando na fabricação do álcool.

Após todo o caldo ser retirado da cana, o que sobra é só o bagaço, que é utilizado em usinas para gerar energia elétrica ou em menor escala, o biogás.

Benefícios para o ser humano

A cana-de-açúcar possui grandes nutrientes e minerais importantes para a saúde, e quando não refinada, contém magnésio, fósforo, cálcio, potássio e ferro.

Conheça alguns benefícios que a cana-de-açúcar pode proporcionar:

  • Previne e trata sintomas de gripe e resfriado, além de ajudar a reduzir o congestionamento e aliviar as dores de garganta;

  • Por ser alcalinizante, é vantajoso para a prevenção do câncer, como da próstata e da mama. Além disso, a cana de açúcar ajuda a revitalizar, energizar e hidratar o organismo após os exercícios físicos;

  • Ela é responsável pela qualidade de recuperação de feridas e ajuda a promover o sistema imunológico.

Mercado e meio ambiente

A plantação de cana é um grande potencial para o mercado de agricultores, e o Brasil tem sido reconhecido como o principal produtor da planta por possuir um amplo negócio de exportação.

Além disso, ela é matéria-prima para a produção de energia limpa, já que o bagaço sobrado da cana possibilita a produção de energia sustentável, e muitas usinas desenvolvem tal atividade, de modo que conseguem obter a certificação de emissões de créditos de carbono pelo MDL (Mecanismo de Desenvolvimento Limpo).