Primeiro projeto de energia híbrida gera 26,4 MW para todo o Brasil

334 Visualizações
© Depositphotos.com / vencav Energia eólica e solar.

O Brasil tem avançado parcialmente em pesquisas e investimentos no setor de energia limpa. Uma das inovações da área é a implantação de um complexo híbrido de geração de energia solar e eólica realizada pela consultoria energética Renova Energia na cidade de Caetité, no Sul do estado baiano.

Com investimento de R$130 milhões, o empreendimento terá condição de gerar o total de 26,4 megawatts (MW), sendo 4,8 MW pico de energia solar e 21,6 MW de eólicas. A empresa já recebeu a primeira parcela de R$ 6 milhões do financiamento de R$ 108 milhões firmado através da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) para iniciar a construção da usina, que está prevista para entrar em operação no começo de 2016.

O projeto prevê a instalação de cerca de 20 mil placas fotovoltaicas, as quais serão ligadas a quatro inversores e, em seguida, a uma subestação. Além disso, a estação também receberá a energia que será produzida pelos parques eólicos. Segundo especialistas do projeto, a produção de energia é combinada, pois durante o dia é possível gerar energia solar, e à noite, através dos ventos.

O fornecimento de energia parcial deste complexo é de 12 MW médios (o equivalente ao consumo de uma cidade com 130 mil pessoas) e foi negociado por meio de um contrato de 20 anos de duração no mercado aberto. De acordo com a Renova, a empresa deverá incluir projetos de fonte solar e eólica no leilão de energia “A-5”, tipo de negociação na qual o fornecimento desta energia deve estar em desenvolvimento dentro do prazo de cinco anos. O leilão está marcado para o inicio do mês de setembro.