Embrapa inaugura moderno laboratório de segurança e qualidade da carne

387 Visualizações
Embrapa/ Kadijah Suleiman Laboratório vai estudar bactérias e vírus e desenvolver vacinas.

A Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) é referência internacional na elaboração de testes e avaliações com a carne. Em meio à grande repercussão das denúncias que colocaram em dúvida a qualidade e credibilidade de todo o setor pecuário nacional, a empresa confirmou nesta quinta-feira (30), a inauguração do mais moderno laboratório de pesquisa em segurança e qualidade da carne da América Latina.

Através de seu presidente, Maurício Lopes, do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi e do governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, a Embrapa está iniciando suas atividades no “Laboratório Multiusuário de Biossegurança para a Pecuária”, o Biopec, que aumentará expressivamente a capacidade do Brasil em assegurar a qualidade sanitária dos rebanhos.

Construído na unidade da Embrapa de Gado de Corte, em Campo Grande, o Biopec será “o primeiro laboratório do país com estrutura de alto nível e de biossegurança para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) em aves, bovinos e suínos, além do uso da tecnologia para também outras cadeias produtivas de carne”, afirma a empresa em nota oficial no site da unidade.

Outra novidade importante sobre o novo centro de pesquisas é o fato de que o laboratório tornará possível o estudo de bactérias e vírus e, no mesmo lugar, desenvolver vacinas contra vetores e doenças.

“Com o Biopec, o Brasil muda de estágio no desenvolvimento de um conjunto significativo de pesquisas em pecuária. Por exemplo: agora será possível fazer, em um mesmo local no país, pesquisas relacionadas a agentes de alto risco, como vírus da febre aftosa, da influenza aviária, da influenza suína, raiva, brucelose e tuberculose”, explica o chefe-geral da Embrapa Gado de Corte, Cleber Soares.

De acordo com a Embrapa, a expectativa é de que o laboratório inicie suas operações já em abril, com pequenas atividades de suporte, e então comece, dentro de algumas semanas, a trabalhar com suas salas de nível mais avançado e biotério de experimentação. A empresa confirma que foram investidos cerca de 10 milhões de reais para construção do Biopec, tendo os recursos como origem o orçamento da Embrapa e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).