Como escolher vasos para um jardim vertical

1.538 views
Fonte: Flickr – FaroutFlora Um toque verde deixa o ambiente mais bonito e agradável.

Quem deseja ter um jardim vertical precisa separar um cantinho em casa, seja na varanda, cozinha, sala de estar, área de serviço ou quintal. O importante é ter um local com boa luminosidade e saber escolher tanto as plantas como os vasos para serem postos na parede.

Algumas espécies que combinam bem com esse tipo de jardim são tostão (dinheiro-em-penca) e columeia (peixinho), além de bromélias, orquídeas phalaenopsis e suculentas. Vale lembrar que é necessário impermeabilizar a parede onde ficarão as plantinhas, pois na hora de regar pode ocorrer de molhar a parede ou respingar a terra dos vasinhos.

Um modelo bastante utilizado são vasos meia-lua. Para garantir a harmonia do jardim vertical, é aconselhável escolher vasos do mesmo material. Já a disposição deles pode ser feita na vertical ou na horizontal.

Os vasos de fibra de coco são ótimos para ambientes pequenos. Por ser confeccionado por um material natural, parte dele pode ficar aparente, sem prejudicar o visual. Outra opção é usar o painel de fibra de coco que já vem com vasos. As placas precisam ser fixas na parede com ajuda de parafusos. Se preferir deixar a parede sem contato direto com a placa, pode utilizar madeiras parafusadas na parede paralelamente uma a outra, de modo que a distância seja suficiente para fixar em cima e embaixo do painel de fibra de coco.

Já um exemplo simples, econômico e que ajuda o meio ambiente é utilizar garrafas pet. Os recipientes podem ser cortados pela metade na vertical ou retirando uma parte da lateral e formando uma espécie de barco. Os vasos podem ser presos à parede com treliças ou com cordas de varal formando uma espécie de móbile interligado.

Além desses tipos, usando a criatividade o jardim vertical pode ser feito com pallets, latas de alumínio, sapateiras, saleiros e até mesmo panela velha. Tudo isso possibilita dar um ar mais agradável e verde para o ambiente.