6 dicas para uma Festa Junina sustentável

233 views

Nada como celebrar sem peso na consciência!

A Festa Junina é uma das festas mais aguardadas pelo brasileiras. Ela é tão querida que se estende até o mês de julho, sendo conhecida como Festa Julina. Após dois anos de espera, neste ano será possível participar desse evento tão esperado. Como um evento de grande porte, é necessário refletir sobre a quantidade de resíduos que são gerados, além do desperdício de comidas.

Para você que vai fazer uma Festa Junina em casa para receber os amigos e famílias ou para o seu estabelecimento que quer entrar no clima, separamos algumas dicas de como fazer escolhas mais sustentáveis. Vem com a gente!

1 – Alimentos em embalagens biodegradáveis

Você pode comprar alimentos já vendidos em embalagens biodegradáveis ou optar por pratos de papelão, guardanapos de pano e até folhas de bananeira, usando-a como suporte para doces e até como “potinhos”. Assim, você reduz drasticamente o uso de materiais de difícil reciclagem e incentiva a consciência ambiental dos frequentadores do evento a partir do seu exemplo.

2 – Substitua os descartáveis

Uma das formas para promover uma festa junina sustentável é eliminar o uso de canudos descartáveis. Afinal, aquele canudo de plástico tem um tempo de uso médio de apenas dez minutos e demora 500 anos para se decompor. Outra fonte de produção de lixo nas festas são os copos descartáveis. Tanto para bebidas frias ou quentes, como o quentão, os copos descartáveis também poluem o meio ambiente.

Sugira aos seus convidados que levem seu próprio copo reutilizável e seu canudo de inox como forma de conscientização.

3 – Separe os resíduos de forma correta

Uma pesquisa do Fundo Mundial para a Natureza apontou que das 11,3 milhões de toneladas de plástico produzidas anualmente, apenas 1,2% são reaproveitadas. Por isso, é importante criar lixeiras específicas para cada tipo de resíduo. Você pode separar por orgânicos, recicláveis e não recicláveis ou por tipo de material, como orgânico, vidro, alumínio, plástico, papel.

Dessa forma, fica mais prática a destinação correta dos resíduos da sua festa.

4 – Decore reutilizando

Uma coisa que não pode faltar em uma festa junina são bandeirinhas, mas ao invés de utilizar os papéis de seda, prefira usar revistas velhas ou pintar caixas de papelão. Fica colorido e bonito. Outra opção é prender retalhos de tecidos estampados nos varais ou barbante, use pregadores de roupa.

Forre a mesa e o varal com panos com estampa xadrez ou floradas. Caso não tenha, pegue retalhos de tecidos e faça você mesmo. Depois, é só deixar a mesa farta de comidas características, como amendoim, milho verde, paçoca, canjica, pé-de-moleque, canela, entre outros doces.

5 – Brincadeiras com materiais reutilizados

Uma festa junina que se preze não pode faltar divertidas brincadeiras típicas, que caem no gosto das crianças e dos adultos. Elabore algumas com temáticas sustentáveis. Por exemplo, faça a pesca com latinhas e garrafas PET colocando-as em uma grande bacia cheia de água, para serem resgatadas, fazendo referência à limpeza dos oceanos. Quem despoluir o “rio” ganha uma prenda. As PET também podem ser usadas para fazer boliche, cada uma serve de pino e quem derruba mais vence a brincadeira. Outra atividade que pode entretê-las é plantar sementes fazendo uma pequena horta no quintal.

É uma forma divertida de conscientização sobre a poluição, além de utilizar materiais que seriam descartados.

6 – Evite o desperdício de comida

Nossa boca saliva pensando nos pratos típicos que têm nas Festas Juninas. Para evitar o desperdício, organize a quantidade de comida de acordo com a quantidade de convidados. Em caso de sobra de comida, faça “marmitinhas” para que seus convidados levem para casa para comerem depois.

Assim, mesmo se sobrar, as comidas são divididas e não haverá sobras para descartar.

A busca por ser mais sustentável e impactar menos o meio ambiente é uma tarefa diária e não podemos deixá-la de lado também nas comemorações.

***

Tem interesse em saber mais sobre meio ambiente e sustentabilidade? Conheça também o podcast do Pensamento Verde e ouça bate-papos com profissionais especialistas no tema.

Fontes: Beegreen | Ciclo Vivo