Conheça os 17 objetivos do desenvolvimento sustentável da ONU

instagram.com/onubrasil O plano global com os 17 objetivos e 169 metas tem como intuito alcançar o desenvolvimento sustentável em todos os aspectos.

Em setembro de 2015, líderes dos 193 países membros da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovaram um plano global de desenvolvimento sustentável, com o objetivo de melhorar os indicadores econômicos, sociais e ambientais para as próximas gerações.

Este marco da comunidade mundial é resultante de um processo que foi iniciado com o estabelecimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) na Rio+20, realizada em junho de 2012 no Brasil. Agora, os países da ONU assinaram a Agenda 2030, composta pelos 17 ODSs e 169 metas que devem ser alcançadas até o ano de 2030, levando os países a alcançar o desenvolvimento sustentável.

Quais são os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU?

Eliminar todas as formas de pobreza no mundo

No mundo atual, há cerca de 836 milhões de pessoas vivendo na extrema pobreza. Estima-se que uma em cada cinco pessoas nos países em desenvolvimento tenha menos que 1,25 dólar por dia para viver. As principais vítimas dessa pobreza extrema são as crianças.

Acabar com a fome

Melhorar a qualidade nutricional, promover a agricultura sustentável e alcançar a segurança alimentar em todo o planeta. A ONU aponta que cerca de 12,9% da população dos países em desenvolvimento é subnutrida. Na Ásia, dois terços da população passam fome, enquanto na África Subsaariana uma em cada quatro pessoas está subnutrida. Mais de 3 milhões de crianças abaixo de cinco anos de idade morre em consequência da desnutrição.

Garantir a vida saudável e bem-estar à população

Mais de 6 milhões de crianças morrem todos os anos em consequência da desnutrição e de doenças que poderiam ser evitadas com as vacinas, como o sarampo. A mortalidade materna também é alta, principalmente na Ásia Oriental, Sul da Ásia e Norte da África.

Garantir educação inclusiva, equitativa e de qualidade

Promover a aprendizagem em todas as fases da vida. Embora a situação venha melhorando, ainda há mais de 50 milhões de crianças fora da escola, principalmente em países marcados por conflitos civis e extrema pobreza.

Assegurar a igualdade de gênero e o empoderamento feminino

Em países asiáticos e africanos, as meninas ainda não têm 100% de acesso à escola primária e secundária. O espaço no mercado de trabalho e nas esferas de poder, principalmente nos países em desenvolvimento, ainda apresentam restrições para mulheres.

Garantir a gestão sustentável

Consiste em levar abastecimento de água e saneamento ambiental a todos. Atualmente, cerca de 2,5 bilhões de pessoas não têm acesso ao saneamento básico. Além disso, mais de cinco mil crianças morrem diariamente por conta da falta de água potável e saneamento básico.

Acesso à energia a todos

A energia deve chegar à população de forma sustentável e a preço compatível com as condições econômicas de todos. Mais de 1,3 bilhão de pessoas do mundo vivem sem eletricidade. Onde o acesso é garantido, a energia renovável corresponde a apenas 15% das fontes utilizadas nos países desenvolvidos.

Crescimento sustentável, emprego pleno e trabalho digno para todos

O desemprego aumenta ano a ano em todo o mundo, afetando principalmente homens jovens e mulheres. São necessários mais de 470 milhões de empregos até 2030 para absorver a demanda de mão de obra.

Industrialização sustentável e inclusiva

Mais de 2,6 bilhões de pessoas não têm acesso à energia elétrica; 2,5 bilhões vivem sem saneamento básico e 1,5 milhão não utilizam serviço de telefonia. A limitação da infraestrutura afeta a produtividade das empresas. Cada posto de trabalho gerado pelo setor industrial resulta em mais dois empregos em outros segmentos.

Diminuir a desigualdade entre os países e dentro deles

Nos países em desenvolvimento, a desigualdade de renda cresceu cerca de 11%. Isto mantém altas as taxas de mortalidade infantil e materna.

Cidades sustentáveis, inclusivas e mais seguras

Até 2030, estima-se que cerca de 60% da população mundial viverá em zonas urbanas. Mas o número de favelas e assentamentos irregulares continua a crescer, assim como os problemas ambientais, desemprego, a violência e a criminalidade. Tudo isso exige respostas rápidas do poder público e da sociedade.

Melhorar o padrão de produção e promover o consumo sustentável

Mais de 1,3 bilhão de toneladas de alimentos são jogadas no lixo todos os dias. Até 2050, a população mundial chegará a 9,6 bilhões de pessoas, dificultando ainda mais a vida de todos, que sofrerão com a escassez de recursos naturais para sustentar tanta gente.

Combater as causas da mudança climática

A emissão de gases do efeito estufa continua alta. Em consequência, temos a elevação da temperatura do planeta, derretimento das geleiras, aumento do nível do mar. Esse cenário é um grande desafio para todas as nações.

Preservar os recursos marinhos

Mais de 3 bilhões de pessoas encontram nos oceanos a fonte primária de alimentos e, por isso, é necessário promover o uso sustentável dos mares e oceanos. Vale destacar que a indústria da pesca marinha gera mais de 200 milhões de empregos diretos e indiretos.

Preservar, recuperar e garantir o uso sustentável de ecossistemas

Conservar as florestas, impedir o avanço da desertificação e a redução da biodiversidade. Mais de 13 milhões de hectares de florestas são devastados todos os anos. Isto prejudica a vida de mais de 1,6 bilhão de pessoas que dependem das florestas para sobreviver.

Promover a paz, acesso à justiça e instituições inclusivas e eficazes

O número de refugiados continua aumentando. A corrupção e evasão fiscal causam prejuízos na ordem de 1,26 trilhão de dólares aos países em desenvolvimento.

Promover a parceria mundial

Este objetivo visa assegurar o desenvolvimento sustentável em todo o planeta. Em 2014, a Assistência Oficial ao Desenvolvimento conseguiu levantar mais de 135 bilhões de dólares para suas ações. Na mesma época, 79% de produtos oriundos de países em desenvolvimento ingressaram no mercado das nações desenvolvidas, no sistema duty-free.

Redação Pensamento Verdehttp://www.pensamentoverde.com.br

A redação do Pensamento Verde possui experiência na produção de conteúdos relacionados ao tema da sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Estamos sempre em busca de informações atuais, interessantes e de grande relevância para a sociedade, pesquisando práticas sustentáveis ao redor do mundo e trazendo para o leitor apaixonado pela natureza. Acompanhe nosso portal e mantenha-se informado, contribuindo com um futuro melhor para o nosso Planeta Terra.