Home > Meio Ambiente > Os principais impactos ambientais urbanos e rurais

Os principais impactos ambientais urbanos e rurais

Decorrentes das alterações ambientais causadas pelo homem e por causas naturais, estes impactos possuem efeitos negativos para a sociedade

5 de julho de 2013
publicado por
Redação

Os impactos ambientais afetam o Brasil desde a época da colonização já que dependemos do meio ambiente para sobreviver – a extração de recursos como água, comida (inclui-se animais e vegetais) são necessários para a manutenção da vida na Terra.

No entanto, o uso excessivo e abusivo dos recursos naturais têm consequências terríveis para a sociedade e para o meio ambiente.

Impactos Urbanos

Com o aumento da população mundial, o avanço de tecnologias, e a expansão urbana desordenada, se fez necessário a adaptação das cidades para a construção de casas, prédios, hotéis, indústrias, avenidas asfaltadas, entre outras coisas.

Urbanização

Foto: pixabay

O desenvolvimento trouxe e ainda traz consequências. Após a evolução, como resultado, enfrentamos problemas como falta de áreas verdes, poluição generalizada – do ar e do solo, com o excesso de gases poluentes e a falta de saneamento básico – e um aquecimento global que assusta cada vez mais.

Além disso, há uma desigualdade imensa no país: falta acesso à moradia, à educação e à saúde. Apesar de serem problemas sociais, também são considerados agravantes potenciais dos impactos ambientais urbanos.

Impactos Rurais

agricultura

Foto: pixabay

Os problemas com as práticas agropecuárias predatórias, o extrativismo vegetal, a má gestão dos resíduos urbanos e com os recursos hídricos preocupam, cada vez mais, a sociedade e o governo.

Isso porque há uma enorme perda da biodiversidade devido ao desmatamento, queimadas e caça, além da degradação e contaminação dos solos, com uso de tecnologias, agrotóxicos, fertilizantes e produtos químicos.

Acidentes nucleares, que causam contaminação do solo por centenas de anos, bem como os acidentes ambientais – derramamento de petróleo, por exemplo – também podem ser considerados impactos ambientais rurais.

É importante lembrar que os problemas não se limitam a uma região e atingem todos os biomas brasileiros – Cerrado, Caatinga, Pantanal, Mata Atlântica e Amazônia – e, claro, a fauna e a flora, já que o ecossistema é todo alterado.

Como mudar esse panorama?

A falta de informação e conscientização são os principais fatores contribuintes dos problemas citados nesse texto. Por isso, a educação é o primeiro passo para uma mudança. Já é comum vermos escolas e universidades com treinamentos para educação ambiental, além de ações governamentais para a população. Empresas e indústrias também já aderiram à conscientização de seus funcionários e terceirizados – uma inovação no setor.