Lei que proíbe uso de microesferas é aprovada nos Estados Unidos

Microesferas de plástico presentes, principalmente, em esfoliantes sintéticos para a pele causam inúmeros danos ao meio ambiente

29 de janeiro de 2016
publicado por
Fragmaq

pavlinec A lei terá efeito a partir de 1º de julho de 2017, até lá, todas as empresas de cosméticos americanas deverão se readequar às novas normas.

Quando nos preocupamos com nossa beleza e higiene pessoal, muitas vezes, esquecemos de observar que tipos de componentes preenchem as fórmulas dos produtos que compramos. A maioria dos cosméticos presentes no mercado é recheada de compostos químicos que podem fazer mal ao organismo de quem os utiliza, além de serem poluentes da natureza.

Microesferas de plástico são muito comuns em produtos esfoliantes para a pele e são também encontradas em pastas de dente, sabonetes e outros cosméticos. Essas microesferas, como o próprio nome já diz, são bolinhas muito pequenas de polietileno. Por serem tão pequenas elas não conseguem ser filtradas nos tratamentos de água e são diretamente despejadas em rios, lagos e oceanos.

Os animais aquáticos acabam por ingerir esse plástico que vai permanecer em toda a cadeia alimentar dos peixes até retornar de volta à mesa dos seres humanos. Além do perigo de ingestão de peixes e frutos do mar contaminados, também existe o próprio dano ao habitat desses animais que a junção de bilhares de bolinhas provoca. Tendo em vista esse cenário devastador, o presidente Barack Obama, assinou uma lei que proíbe o uso dessas microesferas em produtos de higiene pessoal.

A lei terá efeito a partir de 1º de julho de 2017, até lá, todas as empresas de cosméticos americanas deverão se readequar às novas normas. Os estados de Illinois e da Califórnia já saíram na frente e, antes mesmo da nova lei nacional, já proíbem esse tipo de fabricação. As microesferas são tão danosas que já afetam os Grandes Lagos americanos, além de outros biomas importantes do país.

Aqui no Brasil a comercialização das microesferas ainda é permitida, mas ações individuais podem contribuir para que empresas se sintam pressionadas a mudarem as fórmulas de seus produtos. Para quem gosta e precisa fazer a esfoliação da pele, uma dica é utilizar produtos naturais como o sal ou o açúcar. Outra dica é dar preferência a produtos de procedência mineral, como os que possuem cristais de quartzo como esfoliantes.

Opções naturais fazem bem para sua saúde e para o meio ambiente!