Conheça os principais projetos de carros movidos a eletricidade no Brasil

foto de carro elétrico desenhado no asfalto

O veículo elétrico é extremamente importante para a conservação e preservação ambiental.

A Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP) é um evento realizado anualmente e reúne entidades de todo o mundo com o objetivo de estabelecer relações internacionais de consumo e produção sustentáveis. Em 2017, foi realizada a 21ª edição do encontro, que ocorreu em Paris e atentou para a importância de estabelecermos novas relações de consumo e produção de energia.

Na ocasião, o segmento de transporte foi apontado como o maior responsável pelo consumo enérgico e, consequentemente, pela emissão de gases que intensificam o efeito estufa. É neste ponto que os carros elétricos ganham destaque, deixando de serem vistos como itens produzidos apenas por entidades de tecnologia limpa e sustentável (como é o caso da Tesla) para se tornarem produtos das mais tradicionais montadoras mundiais.

O carro elétrico é um veículo que usa propulsão por meio de motores elétricos compostos por um sistema de energia que não emite qualquer tipo de poluente. Trata-se de um veículo muito importante para a conservação e preservação ambiental, uma vez que ajuda a reduzir os impactos do sofridos pela camada de ozônio e pelo efeito estufa.

Projetos de carros movidos à eletricidade no Brasil

Modelo elétrico da BYD

Em Curitiba, capital do estado do Paraná, o carro elétrico chegou no início do segundo semestre de 2016 e pode ser alugado por qualquer motorista (no valor de R$ 15 a hora ou R$ 120 pelo dia).

Uma carga completa (que leva, em média, duas horas) permite que o motorista rode até 400 quilômetros sem parar. Na conta de luz, cada abastecida gasta R$ 28, o que torna o veículo muito mais econômico em comparação aos que utilizam álcool e gasolina como combustível. O SUV elétrico é da marca chinesa BYD e também se encontra disponível em outras cidades das regiões Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste.

A marca também tenta negociar com algumas prefeituras para oferecer unidades de veículos elétricos para ser testadas pelos órgãos.

Nissan

A japonesa, lado a lado com a Renault, possui o modelo “Leaf” como principal representante dos carros elétricos em âmbito global. No mercado asiático, ele já é muito bem aceito. O objetivo é desenvolver a solução na América Latina (o que inclui o Brasil) a partir de 2019. Estima-se que a versão híbrida do modelo custará um pouco mais do que R$ 100 mil a unidade.

Chevrolet

Uma das marcas mais consolidadas no território brasileiro também visa trazer os modelos elétricos para o País muito em breve. O modelo será o “Bolt”, que deve começar a ser testado no Brasil também em 2019.

Toyota

A marca, que possui fábrica no interior de São Paulo (em Porto Feliz), deve anunciar em breve mais de 20 modelos de veículos elétricos e híbridos. Segundo a Toyota, o objetivo é trazê-los ao Brasil — desde que haja maior incentivo por parte do governo.

Imagem: istock.com / Boarding1Now

Redação Pensamento Verde

O Pensamento Verde surgiu com a missão de “informar, conscientizar e promover ações a favor do Meio Ambiente e Sustentabilidade”