Tecnologias reduzem o consumo de água na limpeza

534 Visualizações
© Depositphotos.com / belchonock Produto de limpeza.

Nos últimos meses, o recurso natural mais abundante do planeta está sendo motivo de preocupação. A escassez de chuvas e a constante diminuição das reservas alerta os consumidores, sejam domésticos ou industriais, para o uso consciente e sustentável da água.

Para auxiliar nessa mudança de comportamento, é importante usufruir de tecnologias inteligentes que reduzem o consumo de água e de produtos químicos, ao mesmo tempo em que proporcionam uma limpeza eficiente. Atentas a essa tendência do mercado, as empresas estão cada vez mais preocupadas em desenvolver tecnologias ligadas à sustentabilidade.

Dentre vários processos, já existem sistemas automatizados de dosagem de produtos, detergentes com fórmula sem enxágue, pré-tratamentos de sujidade, programas para reaproveitamento, tratamento e gerenciamento de água.

As indústrias, que utilizam quase um quinto do potencial existente no planeta, ao usar equipamentos de limpeza, como lavadora automática de piso, conseguem economizar água, energia e tempo e fazer uma limpeza 30 vezes mais eficiente. Algumas dessas máquinas não utilizam produtos químicos e economizam até 70% de água, reduzindo, além do custo, o impacto ambiental.

Um exemplo é a tecnologia ec-H20, desenvolvida pela Alfa Tennant, que converte eletricamente a água, transformando-a em uma solução de limpeza efetiva. Segundo Natália Contieri, supervisora de marketing da Alfa Tennant, “ao final do processo, 100% da água utilizada reverte-se em água normal da torneira, podendo ser manuseada com total segurança, facilitando o trabalho e deixando-o mais seguro”.

Dentre as vantagens de não utilizar produtos químicos na limpeza estão a redução dos resíduos químicos drenados para o sistema de esgoto; redução dos acidentes com esses produtos, uma vez que minimiza o manuseio dos mesmos; redução de odores liberados dentro dos espaços a serem limpos, melhorando a qualidade do ar, além da economia na conta.

© Depositphotos.com / diego_cervo Produto de limpeza.

Se, ainda assim, for necessário o uso de agentes químicos, sempre use a dosagem correta, não deixe que o agente de limpeza não-diluído escorra para o meio ambiente e a água deve ser descartada no ralo ou qualquer outro local próprio para água poluída.

Já no caso de lavadoras de alta pressão, regule o fluxo e reduza a pressão da máquina. E em lavadoras e secadoras de piso, utilize versões com circuito de água fechado, para evitar desperdício.

A última dica: se a superfície a ser limpa não estiver muito suja, varra ou passe um pano úmido, o resultado será o mesmo.