SOS Mata Atlântica lança edital para implementar Unidades de Conservação

371 views

 

Stockphoto.com / doraclub Ação pretende melhorar gestão e execução de medidas sustentáveis.

Um dos presentes da natureza pede socorro. A Mata Atlântica já ocupou grande parte da região costeira brasileira, sendo o palco perfeito para o nascimento e criação de incontáveis espécies animais e vegetais… Um verdadeiro tesouro ambiental que, infelizmente, não conseguimos preservar ao longo dos séculos, principalmente devido ao avanço das cidades e desmatamento de áreas para agropecuária. Porém, iniciativas não faltam na busca pelo melhor equilíbrio deste ecossistema.

A mais recente tentativa para mudar este cenário vem da Fundação SOS Mata Atlântica. A entidade lançou edital para fomentar as UCs (Unidades de Conservação Municipais) em diversas regiões. O edital comemorativo aos 30 anos da Fundação tem valor total de R$ 1 milhão e conta com o patrocínio de Bradesco Cartões, Bradesco Seguros e Repsol Sinopec Brasil. O objetivo é que esta quantia seja investida em cidades que precisam melhorar a gestão ambiental em seus territórios, tanto no planejamento como na execução de medidas sustentáveis.

Além do edital, também será lançado um selo comemorativo aos 30 anos da ONG.

Processo seletivo

Todo o processo seletivo do edital para implementar Unidades de Conservação será dividido em duas etapas, sendo a primeira direcionada ao envio de cartas-consultas (até 15/02/2016) e comunicação de propostas aprovadas na primeira fase (até 05/03/2016). As propostas completas, após a divulgação dos resultados, poderão ser enviadas até 15/04/2016.

“Esta agenda é uma nova prioridade institucional e, com o edital, queremos colaborar com o fortalecimento desse importante mecanismo de conservação da biodiversidade local na Mata Atlântica”, afirma a diretora-executiva da Fundação SOS Mata Atlântica, Marcia Hirota.

Mata Atlântica x Cidades

As áreas de Mata Atlântica, como o próprio nome já diz, estão localizadas na costa brasileira que recebe as águas do Oceano Atlântico e também onde estão as grandes cidades do Brasil, totalizando 72% da população nesta faixa do país. São mais de 145 milhões de pessoas que vivem em municípios, ou áreas rurais, e que dependem diretamente da preservação do bioma, por isso todo serviço de preservação é fundamental. Hoje a Mata Atlântica possui somente 12,5% de sua extensão original, sendo que apenas 8,5% estão em bom estado de preservação.

Proteção e valorização ambiental

As Unidades de Conservação (UCs) trabalham diretamente na proteção ambiental das áreas de Mata Atlântica, e com isso, também favorecem a promoção de atividades educacionais e de lazer relacionadas à natureza, assim como de ecoturismo. Outro diferencial é que as UCs possibilitam a preservação de ecossistemas que passam por estudos e ampliam o conhecimento científico do Brasil.

Neste cenário, o edital da Fundação SOS Mata Atlântica chega na hora certa, visto que as Unidades de Conservação são consideradas as ferramentas mais eficazes na luta contra a degradação ambiental e extinção da biodiversidade da Mata Atlântica. “Atualmente, temos apenas 1,57% de áreas marinhas brasileiras protegidas na forma de Unidades de Conservação. Precisamos ampliar esse número com urgência”, diz Diego Igawa Martinez, biólogo do programa Costa Atlântica da Fundação.

Saiba mais sobre o edital clicando aqui.