Sony pretende fabricar bateria 40% mais eficiente

442 views

 

Stockphoto.com / janulla Armazenamento de energia na nova bateria é à base de lítio e enxofre.

Precisar usar o celular e perceber que a carga da bateria está chegando ao fim, ou pior, notar que já está com o celular completamente sem carga. Infelizmente, 10 entre 10 pessoas já passaram por uma situação semelhante no dia a dia, principalmente pelo fato de que hoje em dia utilizamos quase que 100% da capacidade dos smartphones para acessar a internet, ouvir música, trabalhar, conversar com os amigos e família… A bateria não aguenta.

A novidade da vez, e que promete amenizar a decepção de ficar sem celular ao longo dia, vem de uma das gigantes de tecnologia, a Sony. A empresa recentemente divulgou que já iniciou os trabalhos com um novo tipo de armazenamento de energia à base de lítio e enxofre para aumentar em até 40% a eficiência da bateria em seus smartphones. A nova bateria teria densidade de energia por unidade de 1000 Wh/L. Como comparação, as baterias de íon de lítio utilizadas atualmente apresentam 700 Wh/L.

A expectativa é que a inovação chegue aos celulares da marca em 2020.

Reviravolta no mercado

Quase nunca paramos para analisar, mas a evolução das baterias não tem acompanhado o ritmo tecnológico dos próprios smartphones. As inovações em consumo de energia e vida útil não são condizentes ao design, usabilidade e outras novidades que surgem a cada ano. Além disso, o que observamos de mudanças são aquelas relacionadas ao método de carregamento, e não da qualidade da bateria em si. Por isso, 40% a mais de eficiência em uma bateria é algo que merece ser destacado.