Saiba por que a Copa do Mundo de 2014 será a copa verde

421 views
Copa do Mundo
Foto: portugues.rfi

Foi em 2006, na Alemanha, que a Fifa (Federação Internacional do Futebol) passou a exigir que a sustentabilidade estivesse presente na organização da Copa do Mundo. A ideia era de que questões como o aquecimento global, o manejo sustentável e a geração de empregos para a comunidade local, fossem levadas em conta a fim de reduzir os impactos negativos gerados pelo torneio.

O Brasil será sede da Copa do mundo de 2014 e o torneio terá como tema central a Copa Verde. Isso porque, o Comitê Organizador Local (COL), juntamente com a Fifa, desenvolveu o conceito da Estratégia de Sustentabilidade da Copa. O documento tem o objetivo de orientar a realização de um evento sustentável, de forma a incentivar o aumento dos impactos socioambientais positivos.

Os principais temas abordados pelo documento incluem questões ambientais, econômicas e sociais, e envolvem a certificação Leed (Leadership in Energy and Environmental Design, na sigla em inglês) para a construção sustentável dos estádios, o estímulo ao consumo de produtos nacionais e orgânicos, reciclagem, coleta seletiva, entre outros.

Para atingir a meta de fazer a copa do mundo 2014 ser, de fato, verde, o governo federal está incentivando algumas ações, como a reciclagem de materiais, a coleta seletiva, entre outros, que visam uma melhor gestão dos resíduos sólidos. Além disso, projetos e programas que visam a redução das emissões de GEE também devem ser lançados.

Entre os mais conhecidos, e já bastante comentados, estão a utilização de transportes públicos no deslocamento até os estádios, diminuição do número de deslocamentos aéreos e a neutralização de gases de efeito estufa, de forma a reduzir a pegada de carbono da Copa.

Visando o desenvolvimento pessoal e profissional da população local, o Brasil vem investindo em treinamentos e capacitações para a recepção do evento, como os cursos de idiomas. Nas televisões, entre uma programação e outra, já é possível observar um movimento nesse sentido, em que propagandas com pessoas ensinando a língua inglesa são veiculadas.

Estima-se que, desse modo, o legado pós Copa do Mundo de Futebol vá além de estádios e infraestrutura de acesso aos mesmos. Espera-se um legado do desenvolvimento cultural e econômico da população diretamente afetada, a consolidação de tecnologias verdes e o exemplo da funcionalidade e aplicação de ações cotidianas em direção a uma sociedade mais sustentável.

Estádio Mané Garrincha, um dos mais sustentáveis do mundo

O Estádio Mané Garrincha, em Brasília, está entre os mais sustentáveis do mundo, pelo menos até 2014. A arena faz parte do projeto Copa Verde 2014 e graças a essa iniciativa, o Brasil será o primeiro país a receber o evento tendo todos os estádios sustentáveis, segundo a GBC Brasil, ONG que atua no setor.

Estadio Mané Garrincha
Estádio Mané Garrincha. Foto: larepublica