Empreendedores mexicanos usam plástico para construir casa

356 Visualizações
Reprodução / Facebook Uma casa de 40 metros quadrados, utiliza aproximadamente dois mil quilos de lixo.

As famosas Startups parecem mesmo ser uma tendência para o futuro. O Pensamento Verde já abordou há alguns dias a técnica de bioconstrução, e dois empreendedores mexicanos, Carlos Daniel Gonzalez e Nataniel, decidiram criar a EcoDomun (Startup) para desenvolver um projeto inovador e muito interessante para o planeta. Trata-se da construção de novos imóveis utilizando plástico como matéria-prima. Isso mesmo, uma casa inteira construída com material reciclável em sua estrutura.

De acordo com os idealizadores, o plástico recolhido em coletas e ações de reciclagem passa por um processo de transformação (fundição, compressão e cristalização), onde todo o material é comprimido para a formação de novos painéis com ótima resistência e qualidade. Para a construção de uma simples casa com 40 metros quadrados, utiliza-se aproximadamente dois mil quilos de lixo processados e convertidos em 80 painéis.

As novas residências sustentáveis chegam para resolver problemas que atacam grande parte da população mexicana. Carlos e Nataniel tiveram a oportunidade de colocar o projeto na prática em uma comunidade carente do município de Puebla, no qual sua população sobrevive abaixo da linha de pobreza nacional.

Até o momento, a EcoDomun já construiu mais de 500 casas na região. A grande sacada é, sem dúvida, aproveitar material de baixo custo que provavelmente seria esquecido em algum aterro sanitário e trabalha-lo a favor de várias famílias que vivem à margem dos padrões financeiros.

A casa é dividida em dois quartos, uma sala de estar, um banheiro e uma cozinha. O destino de garrafas vazias, brinquedos quebrados e tantos outros materiais plásticos pode agora ser muito mais importante e reaproveitável para o futuro.

Saiba mais sobre a EcoDomun: