Conheça os benefícios da madeira sustentável para usar em móveis

3.918 Visualizações
A madeira sustentável é feita com o material extraído por meio de técnicas de reflorestamento.

Praticar o consumo consciente de matérias-primas é uma opção que oferece muitas alternativas e benefícios. Muitas áreas e empresas passaram a adotar essa conduta e a perceber os resultados positivos que tornam qualquer atividade ainda mais barata e duradoura.

A madeira sustentável é um ótimo exemplo. Com uma extração mais benéfica e com visão na sustentabilidade, o uso desse material tem sido aproveitado com mais consciência em diversos setores, especialmente no moveleiro.

Madeira sustentável: o que é?

A chamada madeira sustentável é o material que foi extraído por técnicas de reflorestamento. As árvores reflorestadas se concentram em regiões específicas, que se dedicam a cuidados ambientais e atendem a todos os requisitos exigidos pelo Forest Stewardship Council (FSC) — órgão responsável por decretar normas e padrões de extração de madeira para produção de outros bens. Ainda não há um padrão inteiramente brasileiro, mas as empresas podem adotar políticas ambientais que incluem o uso prioritário de madeira sustentável suas fabricações.

Tipos usados

Não há um critério para o tipo de árvore que pode ser manuseada por uma madeireira sustentável. No caso da utilização para confecção de móveis, existem alguns tipos específicos que se encaixam nos critérios regulados para fabricação, como é o caso de cedros e mognos. No caso do consumo de madeira sustentável para móveis, o uso é completo, desde o tronco e toras até os galhos para medidas específicas. Recursos complementares como água e cera de abelha também são usados para potencializar a durabilidade e resistência da madeira sustentável.

Madeira sustentável: quais os benefícios?

Por se tratar de um ciclo, o reflorestamento das áreas de extração de madeira sustentável é bem mais forte do que o aplicado em uma área desprotegida. Técnicas de manejo e recuso são sempre renováveis em qualquer época, seja em período de corte ou de crescimento. Todos esses aspectos são vistoriados para que a atividade não se torne irregular.

Outra grande vantagem da madeira sustentável é a economia. O processo é o mesmo de uma empresa que não adota essa medida, mas a diferença é que a madeira sustentável gera uma produção em equilíbrio com o custo de fabricação dos produtos. Eucaliptos e Pinus são algumas das espécies mais propensas a oferecer esse custo-benefício.

Todas essas vantagens, porém, só serão vistas com mais notoriedade se o público escolher produtos provenientes dessa técnica, principalmente na hora de comprar algum móvel.

Imagem: georgeclerk / iStock / Getty Images Plus