7 curiosidades sobre o Leão

3.754 Visualizações

Apesar de levar a fama de “Rei da Selva”, esse mamífero encontrado nas savanas africanas, com jubas exuberantes é dependente de suas fêmeas para se alimentar.

Dentre as curiosidades sobre o leão, estão a que pertencem ao gênero científico Panthera, por serem os únicos animais com a capacidade de rugir, por conta de sua estrutura óssea calcificada chamada hioide. Além disso, esses mamíferos contam com a presença de uma juba, que além de impor respeito aos demais animais, também serve como proteção para o pescoço na hora do combate e como fator determinante para demonstrar sua idade, já que quanto mais escura, mais velho.

Grupos amigáveis

Dentre todas as espécies consideradas da família dos grandes gatos, os leões são os animais mais sociáveis. Estar em grupo é o que eles gostam, já que demonstram muita afeição enquanto dormem ou por meio de lambidas, ronronares e brincadeiras.

Além disso, esses grupos não costumam ser muito grandes, já que os machos, quando atingem os quatro anos desertam em busca de se seu próprio grupo.

Elas que mandam

O trabalho mais pesado, ou seja, a caça, vigia noturna, liderança do grupo e proteção dos filhotes, se destina às leoas. Mas, apesar de serem as primeiras a estarem na frente de tudo, na hora das refeições, é o macho que come antes de todos. E, somente depois de satisfeito, filhotes e fêmeas podem se satisfazer.

Caças noturnas

Por ficarem acordadas durante a noite, as leoas caçam mais durante esse período. Mas, uma curiosidades é que não fazem isso sozinhas, o que facilita na hora de pegar a presa.

Rugido potente

Ao rugir, o leão pode ser ouvido a uma distância de, aproximadamente, 8 quilômetros.

Gestação curta

Ao contrário das mulheres que têm um período gestacional de, aproximadamente, 280 dias, as leoas passam por uma gestação de 110 dias. Sem período certo para acasalar, as fêmeas dão à luz a 3 ou 4 filhotes.

Bebês caçadores

Ensinados desde pequeno a se manterem sozinhos, os pequenos leões e leoas dão início às suas caças quando completam onze meses. Porém, por serem ainda pequenos, contam com a proteção de suas mães para evitar que predadores como chacais, leopardos e hienas os ataquem. Apenas quando completam dois anos é que os jovens estarão prontos para se tornarem independentes e fortes.

Leão em extinção

Com exceção do leão asiático protegido na Índia, os demais que antes viviam na Ásia, África e na Europa, hoje são encontrados em partes específicas do continente africano. A população total que antes era de, aproximadamente, 42 mil leões, hoje não passa de 21 mil. Por isso, hoje essa é mais uma espécie ameaçada de extinção.