Onde descartar lixo eletrônico corretamente?

14.800 Visualizações
Lixo Eletrônico
Foto: luxuryluke

Computadores, celulares, baterias, televisores, câmeras fotográficas, batedeiras e cafeteiras são apenas alguns dos equipamentos que fazem parte do nosso dia a dia, considerados itens básicos de sobrevivência. Com o tempo, esses eletrônicos ficam obsoletos ou apresentam defeito e o destino, quase sempre, é o lixo.

Segundo um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado em 2010, o Brasil é país com maior volume de resíduos digitais por ano: cada brasileiro produz aproximadamente meio quilo.

O problema é que o descarte é, normalmente, realizado de maneira errônea. Apesar de todos os materiais merecerem atenção especial quando vão para o lixo, os equipamentos eletrônicos devem ter uma atenção extra.

Isso porque esses equipamentos possuem substâncias químicas em sua composição, como chumbo, cádmio, mercúrio, berílio, entre outras, provocando contaminação do solo e da água. Além disso, as pessoas que entram em contato direto com esses equipamentos em lixões e terrenos baldios também podem ser contaminadas.

Lixão
Foto: blogsemdestino

Em sua composição trazem também uma grande quantidade de plástico, metais e vidro, que, como sabemos, demoram muito tempo para se decompor no solo, podendo chegar de meses a anos.

Como fazer o descarte correto?

Muitas pessoas ainda se perguntam onde descartar lixo eletrônico. Isso acontece porque enfrentamos grandes problemas com a divulgação de informações sobre o descarte de resíduos e materiais e com os eletrônicos parece que a situação é pior.

descarte de lixo eletrônico
Foto: despertarparaomeioambiente

O primeiro passo deve ser dado em casa, com a coleta seletiva. O lixo eletrônico deve ser sempre separado dos resíduos orgânicos e dos materiais recicláveis, como papel, plástico, metal e vidro.

Para não provocar danos ambientais é preciso descartar o lixo eletrônico em locais apropriados, que podem ser empresas especializadas, cooperativas de reciclagem ou centros de estudos – escolas e universidades – com projetos voltados ao descarte de lixo e ao meio ambiente.

Algumas fabricantes de equipamentos eletroeletrônicos têm postos de coleta. As empresas de telefonia celular, por exemplo, encaminham os resíduos de forma a não provocar danos ao meio ambiente.

Ao descartar um material de maneira correta, além da preservação, você permite a sua reutilização em outros segmentos, contribuindo para capacitação de profissionais, aumento de empregos e melhoria na educação ambiental.

Dica: caso o equipamento ainda esteja em boas condições de uso, doe para entidades sociais que atuam na área de inclusão digital.