Lixo na escola: qual a importância e como podemos reciclar os materiais gerados neste ambiente?

18.110 Visualizações
As escolas precisam promover atividades que coloquem os alunos em contato com as questões ambientais, principalmente como a coleta seletiva o descarte corretos dos resíduos.

O ambiente escolar é muito propício para a realização da coleta seletiva. Isso porque, além de dar fim aos resíduos de forma adequada, esta é uma ação que educa os alunos a respeito da responsabilidade ambiental e ensina a importância da reciclagem para construir um mundo melhor para todos.

Vale destacar que o aprendizado do aluno deve ser muito mais amplo do que as matérias presentes nos livros, e envolve a formação da cidadania como método de elevar a autoestima e valorizar seu ambiente. A consciência da diminuição dos recursos naturais do planeta permite que o aluno possa ter atitudes mais proativas de sustentabilidade e responsabilidade social.

Reciclagem: uma necessidade urgente

Diariamente, uma única escola é capaz de produzir uma grande quantidade de lixo. A maior parte desse montante é acumulada durante o recreio, mas também há resíduos espalhados pelas salas de aula, banheiros e em qualquer outro local em que há fluxo de pessoas. Ninguém está isento de gerar lixo, mas sempre é possível refletir sobre os desperdícios e conhecer mais sobre a maneira correta de descartar cada item e, assim, colaborar com a coleta seletiva.

Crianças e adolescentes tendem a copiar comportamentos e a repercuti-los, especialmente quando estão em grupos sociais. Justamente por conta desse comportamento, é muito importante que os jovens estejam em ambientes voltados para os bons valores, como a empatia, a importância da educação, a generosidade e a conscientização sobre o meio em que se vive.

Por meio das ações certas, é possível transformar essas crianças e jovens em multiplicadores de boas práticas: eles podem repercutir essas ações em sua comunidade, ajudando a criar ainda mais cidadãos que atuam em benefício do planeta, colaborando para a construção de locais mais saudáveis para habitar.

A escola deve tomar a iniciativa sobre essas ações, convidando entidades que possam falar diretamente com os alunos sobre o lixo e como é feita a reciclagem de materiais gerados no ambiente escolar. Em seguida, é preciso fazer uma análise do lixo local e como deve ser a melhor forma de descartá-lo.

O debate e a informação tornarão os alunos verdadeiros parceiros dessa empreitada, e é fundamental que eles sejam incentivados a realizar a coleta. Há ótimos documentários que podem ilustrar e injetar mais informações para cada segmento escolar, além do incentivo a pesquisas, depoimentos, relatos e entrevistas sobre o que é o lixo, como ele polui o planeta, a diminuição dos recursos naturais, formas de descarte e o papel da reciclagem.

Como criar alunos ambientalmente conscientes

Além de realizar entrevistas e palestras, a escola pode promover atividades criativas e que colocam o aluno diretamente em contato com as questões ambientais. Aprender a fazer a coleta seletiva e o correto descarte é muito importante, mas os alunos precisam ser devidamente incentivados para que levem essa lição para toda a vida.

Uma boa opção é dar prêmios para descartes corretos realizados no local, enquanto oficinas de reciclagem podem ser realizadas em atividades extracurriculares ou até mesmo em feiras culturais pautadas nesse processo. Não faltam opções para abordar um assunto tão relevante de forma lúdica e educativa.

Imagem: Rawpixel / iStock / Getty Images Plus