Entenda o processo e a importância da reciclagem das embalagens cartonadas

2.330 views
Embalagem cartonada
Foto: sbq

Diminuir a quantidade dos resíduos enviados para os aterros sanitários, a melhoria da limpeza das cidades, a redução da extração de recursos naturais e a conscientização dos cidadãos com o destino correto dos resíduos são alguns dos benefícios que a reciclagem traz para as cidades, sendo ela uma das melhores alternativas para o tratamento do resíduo urbano, que também contribui para a minimização do impacto ambiental.

As embalagens cartonadas são aquelas caixas de papelão que embalam os leites, sucos, extratos de tomate, leite condensado, etc. Elas são práticas, leves, fáceis de estocar e protegem o alimento. Mas, quando simplesmente descartadas de forma inadequada, causam um grande impacto ambiental, pois podem levar até 200 anos para se decompor totalmente.

Estas embalagens são compostas por seis camadas de materiais diferentes, como plástico (20%), papel (75%) e alumínio (5%), por conta disso a reciclagem deste resíduo é bem complexa e depende de sistemas específicos de tratamento para a separação destes componentes, o que torna o processo caro, pois depende de diversos procedimentos que se inicia em uma fábrica de papel, passando por fábricas de plástico e por fim as que utilizam o alumínio.

Processo de reciclagem das caixas de papelão

As embalagens, quando enviadas para as fábricas de reciclagem de papel, são colocadas em um equipamento semelhante a um liquidificador gigante (hidrapulper), que hidrata as fibras de papel separando as do plástico e do alumínio. Em seguida as fibras são lavadas e purificas e já podem ser usadas para a produção de caixa de papelão, tubetes (rolos de papel/papelão), ou na produção de material gráfico.

Para as fábricas de processamento de plástico é encaminhado o material composto de plástico e alumínio, que é reciclado por meio de processos trituração, secagem, extrusão e injeção, resultando em plástico puro. Este material é usado para produzir peças plásticas como vassouras, cabos de pá, coletores, entre outros.

Outra técnica interessante para a reciclagem deste material é o processo que permite a utilização do plástico e alumínio, em que os materiais são triturados e prensados a quente (ou seja, os materiais passam por uma prensa quente, onde ganharão o formato de placas), no qual são transformados em uma chapa semelhante ao um compensado de madeira que pode ser usada na fabricação de móveis, placas, telhas, divisórias e pequenas peças decorativas.

Reciclagem de embalagem cartonada
Foto: culturaambientalnasescolas

Em uma nova técnica desenvolvida no Brasil, usa-se um forno de plasma para o processamento do composto de plástico e alumínio. Em uma atmosfera sem oxigênio (que preserva a qualidade do alumínio) e sob alta temperatura, o sistema aquece a mistura do composto. Neste processo, o plástico se quebra em moléculas, transformando-se em parafina e o alumínio se funde, tornando-se matéria-prima pura novamente, que pode voltar a ser folha para uso em novas embalagens.

A reciclagem é uma ação importante pra se preservar o meio ambiente e o uso do alumínio reciclado economiza ate 95% da energia que seria usada para produzir alumínio primário. A parafina do plástico pode ser utilizada na fabricação de novos plásticos, ceras, sabão, etc. Com o reaproveitamento das fibras de papel, serão fabricados diversos tipos de papéis reciclados, reduzindo o corte de árvores. Mas para que dê resultados é preciso que toda a sociedade colabore e participe da construção de uma mudança de mentalidade e consequentemente de hábitos em relação à problemática do resíduo.