Entenda a importância da reciclagem de vidro laminado

1.294 views
Vidro laminado
Foto: wikipedia

O vidro laminado é um material muito utilizado pela indústria automobilística na confecção de para-brisas para os carros e também no setor de construção civil, na fabricação de portas, divisórias de vidro, janelas, etc. Apesar de ser um produto muito útil para este mercado, toneladas deste resíduo são descartadas de maneira incorreta diariamente no mundo todo.

Aqui no Brasil, por exemplo, a reciclagem do vidro laminado é pouco explorada, pois depende de uma tecnologia diferenciada para ser efetuada, por se tratar de um resíduo formado por duas camadas de vidro e uma de plástico especial – o polivinil butiral (PVB) –, o que torna o material ainda mais resistente, já que é fabricado justamente com a intenção de não estilhaçar em colisões, proporcionando mais segurança aos motoristas.

Apesar das dificuldades, a reciclagem do vidro laminado é possível e viável, uma vez que o vidro, que representa aproximadamente 94% da sua composição total, é um material 100% reciclável. Geralmente a indústria vidreira não aprecia este resíduo para reciclagem por exigir processos diferenciados para separação de seus componentes.

Processo de reciclagem do vidro laminado

Para se obter o benefício da reciclagem do vidro laminado com maior segurança e garantia de qualidade é necessário instalar uma planta de reciclagem diferenciada, ou seja, possuir uma linha de equipamentos e processos adequados de triagem, prensagem, trituração, etc.

Entenda o processo seguro e de qualidade da reciclagem de vidro laminado:

1° Passo: O vidro laminado deve ser submetido a um processo de trituração. Por se tratar de um material cortante, a alimentação do triturador deve ser feita por uma esteira, diminuindo assim, os riscos ao operador do equipamento.

Vidro laminado
Foto: madvidro

2° Passo: Depois o vidro deve ser triturado até adquirir características de pó;

3° Passo: A próxima etapa consiste em passar o material triturado por uma peneira, que possibilite ao PVB ser separado do vidro;

4° Passo: Depois de passar pela peneira, o pó de vidro laminado é enviado para um reservatório com água, para que seja feita a total separação do vidro bruto e do plástico (PVB). Como o vidro é mais denso, ele se acumulará no fundo do reservatório;

5° Passo: Em seguida, este resíduo que se acumulou no fundo do reservatório passará por um processo de escoamento e secagem;

6° Passo: Pronto! Agora o pó de vidro está pronto para ser incorporado ao processo de fabricação nas indústrias como matéria-prima.

As vantagens da reciclagem do vidro laminado

O vidro leva mais 500 anos para se decompor e seu descarte feito incorretamente em aterros sanitários e lixões provoca inúmeros impactos negativos ao meio ambiente. Além disso, a fabricação de vidro consome grande quantidade de energia elétrica. Com a reciclagem é possível reduzir significativamente este desperdício, auxiliando na redução de emissões de CO² na atmosfera.

Em função das novas exigências de mercado e das pressões ambientais, como por exemplo, a Política Nacional de Resíduos Sólidos – que exige a destinação adequada de resíduos –, alternativas visando minimizar a utilização de recursos naturais, através do reaproveitamento de materiais, estão sendo propostas.

O vidro laminado é pouco visado pela indústria do setor, pois depois de quebrados, eles se apresentam em partículas muito pequenas e nos processos convencionais as partículas podem acarretar problemas, como por exemplo, o entupimento da chaminé. Porém, ele pode ser usado como agregado na fabricação de produtos para revestimento e proteção de pisos de madeira após os processos de moagem, que separam o vidro do filme de PVB.

Os pisos de madeira são muito charmosos e proporcionam um design diferenciado aos imóveis. Mas esta madeira precisa de alguns cuidados especiais para que se evitem os estragos e degradação das ações do tempo. O produto para proteção da madeira, a ser aplicado deve constituir uma verdadeira camada protetora, sendo assim, faz-se necessário o uso de materiais com alta resistência ao desgaste. Alguns testes já foram realizados com o emprego do pó de vidro como componente, capaz de aumentar a resistência à abrasão quando combinado com materiais, como oxido de alumínio, usados na fabricação dos vernizes.

Vidro laminado
Foto: vidrotemperado

Os resultados positivos da valorização do vidro laminado como material reciclável vão além da viabilidade econômica – partindo do pensamento de que ao se reaproveitar evita-se gastos com a aquisição de novos materiais –, Também é de extrema importância para o meio ambiente, uma vez que o vidro não se degrada facilmente e que seu volume em aterros sanitários apresenta inúmeros problemas de poluição e também de perigo por se tratar de um material cortante.

O melhor caminho para se poupar os recursos naturais, evitar a degradação ambiental e ainda acentuar a responsabilidade social é, sem dúvida, a adoção das diretrizes para não geração, reaproveitamento, reciclagem e destinação correta deste resíduo.