Como é feita a reciclagem de alumínio no Brasil?

7.519 Visualizações
Latinhas
Foto: cuducos

O alumínio é o terceiro elemento mais abundante no planeta que pode ser encontrado em diversos produtos de nosso dia a dia, porém, apesar de sua grande importância, possui uma recente escala industrial, já que passou a ser produzido comercialmente há apenas 150 anos.

O produto tem uma grande importância no mercado global, já que é utilizado na fabricação de diversos materiais. No Brasil, o alumínio tem números significativos: o país possui a terceira maior jazida de bauxita do planeta e é também o quarto maior produtor do material, sendo o quinto na exportação de alumínio primário/ligas.

A reciclagem do alumínio traz diversos benefícios para o meio ambiente, pois economiza matéria-prima e energia elétrica, diminui as emissões de gás de efeito estufa, o volume de lixo nos aterros sanitários e gera uma fonte de renda para diversas pessoas envolvidas com a coleta seletiva deste material.

Dentre os produtos de alumínio reciclados, as latas de alumínio têm um grande destaque. O Brasil é líder mundial na reciclagem deste tipo de resíduo, quase 100% das latas descartadas são reaproveitadas. O tempo médio que uma lata fica nas ruas de São Paulo é de dez segundos e o setor já movimenta cerca de 2 bilhões por ano no país.

Latinhas
Foto: turismobahia

Embora as latinhas tenham grande destaque na reciclagem no Brasil, existem outros produtos de alumínio que também podem ser reaproveitados, como por exemplo, esquadrias de janelas, carcaças de automóveis e outros. Porém estes têm um processo de reciclagem mais difuso e menos eficiente devido ao custo elevado, além de esses produtos demorarem mais para serem descartados.

Para cada produto de alumínio que é reciclado, o processo tem suas peculiaridades. De uma forma geral ele segue o seguinte processo: primeiramente o alumínio é coletado, as empresas limpam o produto, retirando todos os resíduos, como areia, terra e metais ferrosos e depois o compactam. Após isso, removem-se tintas e vernizes e no final é feita a fundição do alumínio em um forno especial que faz com que ele fique líquido para ser laminado.

Vale ressaltar o processo de reciclagem das latas de alumínio, já que estas representam um número alto na reciclagem deste material. Primeiro é feita a compra e o consumo das latas de alumínio. Coleta: depois de utilizada, a lata é levada a um dos pontos de coleta e depois vendida aos sucateiros. Prensagem: após isso, as embalagens são prensadas por duas vezes e aglomeradas em grandes fardos. Fundição: as latas são derretidas em fornos especiais para latas de alumínio, depois passam pelo Lingotamento em que o material é transportado em lingotes (massa de metal) e fundido sob forma de tiras. Laminação: os lingotes passam por um processo de deformação plástica na qual são transformados em bobinas de alumínio. Novas latas: essas bobinas são utilizadas na formação de novas latinhas. Enchimento: na fábrica de bebidas as latas passam por um processo para ganhar seu novo formato. Consumo: as latas voltam a ser distribuídas em pontos de venda para o consumo.

Processo de reciclagem do lixo
Foto: Associação Brasileira de Alumínio