Brasil é o maior produtor de resíduo eletrônico

468 Visualizações

Nenhum brasileiro imaginou ou quis estar na posição de ser um produtor de resíduo eletrônico na América Latina. Mas segundo dados obtidos através do estudo Global E-Waste, realizado pela Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil é o maior produtor de resíduo eletrônico e está em 7° lugar no mundo inteiro.

O levantamento aponta, que em todo o mundo a quantidade de sujeira é criada a partir de celulares, computadores, tablets e outros itens da tecnologia. Atualmente, o Brasil produz 1,5 toneladas de lixo eletrônico, e somente 3% desse resíduo é descartado de forma correta.

Esses dados preocupam, já que a composição química do descarte é tóxica ao meio ambiente, e sua decomposição pode ser prejudicial ao planeta e a saúde humana e animal.

Quer ter uma ideia do perigo? Os cartuchos e toners de impressoras, por exemplo, quando descartados incorretamente liberam gás metano, que não só potencializa o efeito estufa, mas causa grandes problemas respiratórios, e é inflamável, podendo causar explosões.

Além disso, a tinta que sobra nos cartuchos contamina o solo e o lençol freático, deixando o terreno estéril e a água imprópria para o consumo.

Qual a solução para a produção de resíduo eletrônico?

Diversas empresas têm adotado os programas apropriados de descarte de lixo eletrônico, oferecendo pontos de coletas para quem deseja descartar. Os próprios fabricantes dos produtos costumam oferecer atendimento para isso, então vale a pena dar uma olhada no site dos mesmos e buscar por essa opção de descarte.

Existem também, os serviços pagos, que retiram os resíduos direto nas casas das pessoas e nas empresas. Outra alternativa, é doar para entidades beneficientes os computadores velhos e celulares, pois eles podem ser reaproveitados.

Empresas como a HP e a Lexmark desenvolvem projetos no qual 20% da matéria-prima vem da reutilização de toners e cartuchos usados, enquanto a Xerox tem investido em uma nova tecnologia de impressão, que de certa forma não deixa resíduos de tintas nos cartuchos.

Além disso, vale ficar sempre de olho nos modelos que possuem o selo de sustentabilidade Energy Star.

A responsabilidade de garantir que esses aparelhos eletrônicos sejam descartados de modo correto é nossa, e a natureza agradece!