Cooperativa brasileira ganha prêmio da ONU

80 views

Uma opção sustentável e benéfica às famílias.

A Cooperativa Mista de Agricultores Familiares, Extrativistas, Pescadores, Vazanteiros, Assentados e Guias Turísticos do Cerrado, conhecida como CoopCerrado, foi um dos 10 projetos selecionados entre mais de 600 indicações de 126 países. O prêmio, concedido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), reconhece comunidades locais e indígenas de todo o mundo por soluções locais, inovadoras e baseadas na natureza para combater a perda de biodiversidade e as mudanças climáticas.

A CoopCerrado chamou atenção pelo marketing criativo dos produtos orgânicos cultivados no bioma. O trabalho reforça alguns dos benefícios do negócio, como na promoção da subsistência local, proteção da biodiversidade e apoio à criação de reservas de uso sustentável. A cooperativo ganhou o Prêmio Equador da ONU por suas mais de duas décadas de trabalho no desenvolvimento de um modelo de apoio mútuo entre agricultores para treinamento, comercialização e estabelecimento da produção orgânica e regenerativa no Cerrado.

Coleta de baru por membros do CoopCerrado. Foto: Companhia Nacional de Abastecimento (Conab)/divulgação.

Importância para o meio ambiente e famílias

A CoopCerrado é uma rede comunitária de Goiás com mais de 4600 famílias cultivando, de forma sustentável, frutas, plantas e sementes. A cooperativa traça uma ótima opção ambientalmente consciente em um local dominado pelos grandes agricultores.

A rede administra uma área de 124 mil hectares, evitando a colheita excessiva enquanto restaura ecossistemas degradados. Além disso, está envolvida na criação de duas reservas. O impacto foi tão positivo que o projeto já foi replicado em cinco estados brasileiros.

Para salvar o Cerrado, agricultores e comunidades extrativistas tradicionais desenvolveram um modelo expansível de apoio coletivo para compartilhar conhecimentos e recursos, ao mesmo tempo em que restauram o bioma e fornecem renda para milhares de famílias vulneráveis. Os membros da cooperativa hoje coletam e comercializam 170 espécies nativas do Cerrado; para a vagem da faveira, usada na fabricação de medicamentos para a pressão alta, conseguiram aumentar o preço em 1.000% quando deixaram de depender de atravessadores.

A CoopCerrado é hoje composta por 238 pequenas propriedades e comunidades tradicionais localizadas ao longo de cinco estados que fazem parte do coração do agronegócio brasileiro. Os membros da cooperativa se subdividem em centenas de unidades menores. Cada dez famílias formam um núcleo local que se reúne mensalmente para receber apoio e treinamento dos agrônomos da cooperativa e trocar informações.

Mais um projeto extremamente importante e que dá muito orgulho ao país.

Fontes: Mongabay | Ciclovivo | Empório do Cerrado