Tipos de florestas e formações vegetais existentes no mundo

67.082 views

O clima, a temperatura, o solo, o relevo e as chuvas são alguns dos elementos que determinam os tipos de formações vegetais de cada região do planeta. Essas formações possuem características próprias e constituem biomas específicos com plantas e animais que são adaptados a viver nelas. Segundo o relatório da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) de 2011, as florestas ocupam cerca de 30% dos territórios dos 233 países pesquisados na ocasião, isso equivale à cerca de 4 bilhões de hectares. De maneira geral é possível destacar sete tipos de formações vegetais no mundo. A partir dessas sete, cada região pode ter formações mais detalhadas e específicas, mas que também estão englobadas na classificação geral.

Confira os sete tipos principais de formações vegetais do nosso planeta:

Fonte: Flickr / Jar Floresta Tropical

Floresta Pluvial Tropical:

As Florestas Pluviais Tropicais são encontradas nas regiões de clima quente e úmido. Essas florestas possuem o bioma mais complexo e rico em biodiversidade da Terra, cobrem apenas 6% da superfície do planeta, mas possuem mais de 60% de todas as espécies animais e vegetais. Essas formações se estendem por áreas nas Américas Central e do Sul, na África, na Ásia e na Oceania, em torno da linha do equador. A maior e mais importante Floresta Pluvial Tropical é a floresta Amazônica.

A vegetação das Florestas Pluviais Tropicais é marcada por folhas largas e perenes, com árvores altas e de copa bastante fechada o que impede a entrada da luz solar mata adentro. Sendo um dos biomas mais complexos do planeta, essas florestas guardam uma infinidade de alimentos e substâncias que possuem usos medicinais. O desmatamento e as queimadas nessas áreas representam grande risco à manutenção climática e ambiental da Terra.

Floresta Temperada:

As Florestas Temperadas são encontradas nas regiões mais frias como América do Norte, Norte da Europa, Japão, sul da América do Sul, sul da África e sul da Austrália. Nessas florestas, as vegetações são caducifólias, ou seja, sofrem influência das estações do ano e no fim do outono perdem suas folhas que nascem novamente com a chegada da primavera.

As Florestas Temperadas podem contar com quatro tipos de vegetação: árvores, arbustos, capins e (outras plantas herbáceas que florescem na primavera) e musgos que são cobertos pelas folhas que caem das árvores. Por conta das quedas das folhas de suas árvores, os solos dessas regiões são bastante férteis, regados de matérias orgânicas, água e minerais.

Taiga (Floresta de Coníferas ou Floresta Boreal):

A Taiga é encontrada em regiões frias da Terra como Norte da América do Norte, Norte da Europa e extremo sul do planeta. Ela fica entre a Tundra e a Floresta Temperada no norte. A vegetação típica dessas florestas são as coníferas e os pinheiros. Essa vegetação é adaptada a climas extremamente rigorosos com invernos que chagam a -54ºC. Para suportar a neve que cai, as folhas dessas árvores são pequenas e possuem uma resina que auxilia no deslizamento da neve. O solo é pobre e a fauna é constituída por animais com alta resistência ao inverno e que, na maioria das vezes, hibernam ou possuem pelos longos como ursos, esquilos e renas.

Fonte: Depositphotos Savana

Savanas:

As Savanas são vegetações adaptadas a climas secos e com presença de queimadas. Elas são encontradas na África, América do Sul e Austrália, mas contam com especificidades em cada uma dessas regiões. Suas vegetações são compostas principalmente de herbáceas e arbustos. Existem quatro tipos de Savanas segundo a composição de suas vegetações: savana arborizada (muitas árvores), arbórea (poucas árvores), arbustiva (sem árvores, possui somente arbustos) e herbácea (possuem somente gramíneas). Os solos das savanas são muito pobres, por isso, as árvores que conseguem se desenvolver nessas regiões precisam ter troncos espessos e duros e com capacidade para armazenar grandes quantidades de água.

Outras Vegetações:

As Florestas citadas acima se caracterizam pela abundante presença de árvores. No entanto, o bioma terrestre também conta com formações vegetais rasteiras:

Tundra:

A Tundra é o último bioma antes do Ártico, ela se encontra na região norte, após a formação da Taiga, ou no topo das montanhas mais altas do planeta. Na maior parte do ano essas regiões ficam cobertas de neve. As poucas plantas que se desenvolvem são líquens (associação de fungos com algas) e algumas poucas herbáceas. O solo dessa região é basicamente composto por gelo, pedras e terra. Por essa característica fica impossível que plantas de porte maior, com raízes longas se desenvolvam nele.

Fonte: Flickr / Keith Williams Tundra

Estepes ou Pradarias:

Estepes (ou Pradarias) são vegetações herbáceas. O que as difere das Savanas é o fato de estarem em regiões de clima temperado e de nunca apresentarem árvores em suas formações. No Brasil as estepes são encontradas no sul e denominadas “pampas”. As estepes, embora existam em locais com temperaturas mais amenas do que as Savanas, necessitam do fogo para se desenvolver, pois ele garante o extermínio de material orgânico excedente e cria um ambiente favorável ao renascimento das gramíneas.

Vegetação Desértica:

As vegetações desérticas possuem por característica principal plantas que são fortemente adaptadas à falta de água e nutrientes e que possuem curtos períodos de vida. Essas características se dão por conta do solo árido e do clima seco das regiões onde se desenvolvem.