Paris decide banir todos os carros produzidos antes de 1997

632 views
iStock.com / Matthew Dixon A decisão de banir os carros fabricados antes de 1997 tem como objetivo diminuir os problemas de poluição na capital francesa.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a poluição do ar é responsável pela morte de 42 mil pessoas por ano na França. E para reduzir esse número, carros movidos à gasolina ou diesel e fabricados antes de 1997 serão proibidos de circular em Paris de segunda a sexta-feira, entre 8h e 20h.

Essa lei, que tem caráter experimental, foi criada pela prefeita Anne Hidalgo para minimizar e reduzir os danos causados ao meio ambiente pela poluição do ar.

O intuito da prefeita é que em 2020 essa lei se intensifique ainda mais com a proibição de carros registrados antes de 2010. E para facilitar a identificação desses veículos pelos policiais, eles terão que utilizar adesivos colados nos vidros, que comprovem a Certificação de Qualidade de Ar e que serão classificados por seus níveis de poluição.
“Para mim, a poluição causa problemas de saúde pública. E saúde pública não se negocia”, disse Hidalgo, em entrevista à emissora BMFTV.

Os carros que forem pegos pelos policias infringindo essa nova regra terão que pagar uma multa que varia de 35 a 450 euros, dependendo das características e condições do automóvel.

As motocicletas também se encaixam nessa nova medida. A circulação será proibida para aquelas que foram licenciadas antes de 1999. A ideia central é que os motoristas utilizem mais os meios de transporte sustentáveis, como carros elétricos, bicicletas ou que consumam menos gasolina, diminuindo, assim, a poluição do ar em Paris.

Antes mesmo dessa decisão, a prefeita Hidalgo já havia tomado algumas medidas. Uma delas foi a proibição de veículos na Avenida Champs-Élysées em todo o primeiro domingo do mês. Já em 2015, Paris teve seu primeiro “dia sem carro” e que deve se repetir esse ano em Paris e pelas cidades vizinhas.

Todas essas iniciativas buscam mudar os conceitos e hábitos das pessoas da cidade, colaborando para um planeta mais sustentável.