Governos examinam impactos ambientais antes da 1ª Assembleia Ambiental da ONU

218 Visualizações
Governos
Foto: iisd.ca

Cerca de 300 delegados representantes de 97 países se reuniram para a primeira reunião do Comitê de Representantes Permanentes (OECPR, em inglês) ligados ao Programa de Meio Ambiente para as Nações Unidas (PNUMA) em Nairóbi, (África). O objetivo do encontro foi rever as questões de políticas ambientais da Agenda Mundial do Meio Ambiente abordadas na Assembleia Ambiental das Nações Unidas (UNEP) realizada entre os dias 24 a 28 de março.

Achim Steiner, subsecretário-geral da ONU e diretor executivo do PNUMA, disse que “o ano anterior foi de marcos muito importantes para a dimensão ambiental do desenvolvimento sustentável. Em última instância, as decisões do Chefe de Estado e do governo de fortalecer e atualizar a UNEP e criar modus operandis através do comitê demonstram um sentimento de confiança e segurança. Atrás deste órgão recém-criado, temos uma razão para ser otimista e avançar.”

Segundo Steiner, a UNEP está comprometida na prestação de tarefas, metas e indicadores para a agenda de desenvolvimento. Os países destacaram sua presença no PNUMA com o objetivo de evoluir e consolidar os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS, com previsão de início após 2015.

O diretor executivo do PNUMA ainda alertou uma série de questões que serão discutidas as quais estão ligadas à gestão adequada dos produtos químicos e resíduos, a exploração madeireira, o comércio ilegal de animais selvagens, além da transição de todos os países do mundo em diretrizes de economia verde.

Durante a reunião, Sunu Soemarno, embaixador da Indonésia, foi eleito presidente do Comitê de Representantes Permanentes.

*Com informações da ONU