Floresta de 10 mil anos foi descoberta submersa na costa inglesa

570 Visualizações
Crédito: A descoberta da mergulhadora ajuda a provar uma parte da história que por muito tempo foi considerada lenda.

Já imaginou encontrar, durante um mergulho, uma floresta ou cidade submersa? Isso aconteceu com a inglesa Dawn Watson, que se deparou com uma árvore, com galhos e folhas, que servia de casa para caranguejos e estrelas do mar.

Era Doggerland, uma floresta que data de 10 mil anos, localizada na região de Norfolk, na Inglaterra, a cerca de 300 metros da praia. As surpresas, no entanto, não pararam por aí.

Após a descoberta, a inglesa entrou em contato com pesquisadores que revelaram que a floresta teria ficado submersa devido a uma tsunami que atingiu a região há 8 mil anos, o que fez com que ela fosse tomada pela areia. Eles contaram, ainda, que na época era possível caminhar desde a Norfolk até a Alemanha, regiões separadas pelo mar do Norte.

Ao que parece, as mudanças climáticas foram as responsáveis por trazer a região à tona novamente. Isso porque, as fortes tempestades sem precedentes que atingiram a região em 2013 podem ter contribuído para remover o banco de areia que encobria as árvores.

Na mesma época, aliás, outras duas florestas submersas, ambas na Inglaterra, também foram encontradas na costa de Wales e Cornwall.

Lenda de Doggerland

Por diversas vezes historiadores tentaram provar que a pré-histórica Doggerland, de fato, existia e que era possível, sim, chegar até a Alemanha por meio dela. Devido ao tempo e ao sumiço da floresta, muitos desconfiavam do fato e acreditavam menos ainda que os primitivos chegaram a caçar na região, onde agora existe um mar que separa os dois países europeus.

Após muitos anos de trabalho e artefatos recolhidos, apenas agora a história parece ganhar uma nova versão. Ao que tudo indica, a inglesa Watson deve ser considerada a responsável por escrever um novo capítulo na história da humanidade, já que foi ela quem descobriu as provas que confirmam a existência da floresta.

Crédito: Rob Spray
Crédito: Rob Spray
Crédito: Rob Spray
Crédito: Rob Spray
Crédito: Rob Spray