Fatores prejudiciais da utilização dos combustíveis fósseis

12.606 Visualizações
Extração de petróleo
Extração de petróleo. Foto: sustentabilidade-energetica

Combustíveis fósseis, feitos a partir de compostos do carbono, tem origem mineral. O processo de produção desta matéria-prima leva milhões de anos, já que é resultado da decomposição de resíduos orgânicos.

São considerados recursos naturais não renováveis, devido ao grande tempo necessário para sua produção, encontram-se na natureza em quantidades limitadas e se extinguem ao longo do tempo. Estima-se que os recursos utilizados atualmente tenham origem há cerca de 65 milhões de anos.

Podem ser encontrados no fundo do mar e em áreas profundas do solo. Os combustíveis fósseis mais comuns são: o petróleo, o gás natural e o carvão mineral. A queima deles é usada para gerar energia, movimentar motores, para o aquecimento de materiais e outras funções.

Apesar das vantagens, o uso dos combustíveis fósseis traz inúmeros problemas, como o aquecimento global, que é causado pelo excesso de CO2 na natureza; a chuva ácida, ocasionada pela reação entre os poluentes e o vapor d’água; a poluição da atmosfera e a contaminação das águas.

Saiba mais sobre os principais combustíveis fósseis

Carvão Mineral
Carvão Mineral. Foto: sitedecuriosidades

• O carvão é um dos recursos mais abundantes no mundo e também um dos mais poluentes, pois produz grandes quantidades de gás carbônico – um dos principais causadores do aquecimento global. O produto é utilizado para diversas finalidades, como gerar energia, produção de plásticos e outros;

• O petróleo é utilizado para diversas finalidades, como combustível, para produzir produtos como parafina, GLP, querosene e outros. Porém, assim como o carvão, contribui para emissão de gás carbônico.

• O Gás Natural é constituído principalmente de metano, gás inflamável que fica localizado em reservatórios subterrâneos, polui menos que o petróleo e o carvão, mas ainda assim causa danos à natureza.