Enxerto de plantas e seus benefícios para a fruticultura

14.881 Visualizações
Enxerto de plantas
Foto: wikipedia

Ao cultivo de árvores que produzem frutos dá-se o nome de fruticultura. Este é um conjunto de técnicas para a exploração e produção comercial de frutas em que a procura no mercado é tanto para consumo natural como para o uso na produção de alimentos industrializados, aromatizantes, cosméticos e até uso medicinal.

O Brasil ocupa hoje o terceiro lugar como um dos maiores produtores mundiais de frutas, produzindo 42 milhões de toneladas por ano. Esse número é resultado da diversidade de climas e solo que o país possui – condições ecológicas que contribuem para a produção de frutas de ótima qualidade.

Apesar do constante avanço da tecnologia também no setor agrícola, uma das práticas mais eficazes utilizadas atualmente para o bom desenvolvimento das árvores frutíferas é o enxerto de plantas – também conhecido como “enxertia”. Essa prática hortícola tem registros de mais de 2.300 anos, sendo utilizada desde os tempos de Aristóteles para melhorar o desenvolvimento de árvores e arbustos.

Tecnicamente, o enxerto de plantas é a união dos tecidos de duas plantas, geralmente de espécies diferentes, que tem como função básica dar o suporte à planta (chamado de porta-enxerto ou cavalo) ao fornecer água, nutrientes e adaptação da planta às condições do solo e clima ao enxerto (chamado de garfo) para produção dos frutos da variedade desejada.

Mas para as operações de enxerto de planta terem sucesso, é necessário cumprir alguns requisitos:

• Afinidade entre as plantas envolvidas, por isso é preciso ter certo grau de parentesco em sua genética para evitar a manifestação de incompatibilidade ou rejeição;

• As superfícies que irão entrar em contato uma com a outra devem estar limpas e lisas a fim de que a união seja feita correta e uniforme, não impedindo a circulação da seiva entre as plantas;

• As pessoas que estiverem envolvidas com o manejo das plantas devem ter cuidado e habilidade, para evitar exposições inadequadas dos cortes à ação do Sol, do vento e do contato com o solo.

Enxerto em plantas
Foto: vanessapoppe

As vantagens da utilização deste método na fruticultura podem ser determinantes da grande variedade de espécies de frutas encontradas hoje e com qualidade superior, mais resistentes e de melhor aparência. O enxerto de plantas permite o cultivo de diversas espécies em regiões onde, normalmente, não haveria possibilidade do plantio por fatores climáticos, condições do solo ou pela presença de pragas.

Como o desenvolvimento das plantas através desta técnica é rápido, o enxerto de plantas também é utilizado em plantios que foram perdidos por pragas ou doenças, onde o porta-enxerto é mais resistente às bactérias e fungos do solo se comparado com o enxerto em si. Outra vantagem é a possibilidade de obter apenas as características boas de determinadas plantas – tanto do enxerto, quanto do porta-enxerto – o que resulta em uma produção eficiente, com menos perdas e qualidade maior.