As diferentes causas da extinção dos animais

6.580 Visualizações
Desmatamento
Foto: conexaodesmatamento

A extinção é um processo natural, no qual espécies de animais desaparecem de um determinado ecossistema. Este evento, quando acontece por meio da própria natureza, é muito lento, milhares e até milhões de anos são necessários para a extinção de animais por catástrofes naturais ou o surgimento de competidores mais eficientes. O que acontece é que o homem vem servindo de catalisador pra este processo, fazendo com que a fauna e a flora de vários ambientes se percam muito mais rapidamente que o necessário.

Hoje em dia, uma das principais causas pra a extinção de espécies é o uso indevido de recursos naturais, como o desmatamento, praticado para a abertura de pastos voltados para a pecuária ou para plantações convencionais e crescimento das cidades. Outros exemplos para a degradação do meio ambiente são: a poluição de lagos por esgotos domésticos ou a liberação de resíduos provenientes de indústrias, incêndios florestais praticados por agricultores, até a formação de lagos para hidrelétricas que demandam a inundação de grandes áreas florestais.

A introdução de espécies exóticas e invasoras a ecossistemas diferentes também é considerado um grande problema. A venda ilegal e o transporte de animais para ecossistemas em que normalmente não se localizariam, faz com que as espécies nativas sejam prejudicadas. Muitas vezes estes animais levam vantagens sobre as espécies nativas, não tem predadores específicos e acabam tomando conta dos nichos. Deste modo, eles acabam se multiplicando rapidamente, simplificam o ecossistema atingido e tem papel decisivo na extinção das espécies nativas.

Outra causa de extinção de várias espécies de animais e vegetais é o aquecimento global. Este fenômeno causado pela influência da humanidade no planeta é o responsável, entre outras coisas, por mudanças climáticas. O clima de um ecossistema é essencial para sua perpetuação e manutenção. A temperatura, a ocorrência de épocas de seca ou chuvas, determinam que tipo de fauna e flora consegue se adaptar a condição imposta. Assim, espécies são prejudicadas pela mudança, já que sua adaptação foi baseada em relação a um clima específico, quando este muda, em tese mudam-se os habitantes também.

rinoceronte javanês
Rinoceronte Javanês

Mas a causadora mais agressiva para a extinção de espécies é a caça e pesca predatória. Se praticadas sem critério, estas atividades podem dizimar vários tipos animais. Na maioria das vezes a caça de animais silvestres tem interesse econômico, como no caso do rinoceronte que é vítima desta prática por seu chifre ser considerado medicinal e muito valioso em algumas partes do globo e das várias espécies de baleias que tem em sua gordura corporal o objeto de desejo do homem.