Descubra o que é e como é aplicada a técnica de aquicultura no Brasil

591 Visualizações
oep-ebsdla Aquicultura.

Você sabe o que é aquicultura? O termo refere-se à criação de peixes, crustáceos, moluscos e outros seres aquáticos em cativeiro. Jacarés, tartarugas e rãs também fazem parte desse grupo, assim como as plantas que vivem na água.

A aquicultura é uma das atividades que mais cresce no mundo e desempenha um importante papel econômico e social: gera emprego, renda e produção de alimentos em maior escala. A atividade é considerada uma alternativa viável e segura a pescas em rios e mares, pois evita a retirada exaustiva de animais de seu habitat, tem custo mais baixo e apresenta maior segurança alimentar, devido ao menor tempo de processamento e armazenamento e o baixo índice de contaminação.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) prevê um crescimento exponencial para a atividade, tanto na consolidação deste tipo de criação, quanto na diversificação das espécies cultivadas.

O Brasil tem um enorme potencial para a atividade aquícola, com um extenso litoral e um grande volume de águas em seu território. Atualmente, o cultivo de peixes constituiu uma fonte de renda importante na costa sul-sudeste do país.

Segundo a Embrapa, a aquicultura no Brasil ocorre por dois métodos principais: o tanque-rede e o tanque escavado. Enquanto no primeiro os criadouros são parecidos com gaiolas, mantidos na água de rio, lago ou mar; no segundo, o tanque é um reservatório artificial de água cavado no solo.

Apesar do extenso litoral brasileiro, a maior parte desta atividade ocorre em propriedades rurais em tanques escavados. A aquicultura é uma maneira eficaz de reaproveitar resíduos da atividade agrícola. Em quantidades controladas, capins, frutos inapropriados para consumo humano e palhas, por exemplo, são integralmente aproveitados na alimentação e criação de peixes.

ppai.eco Aquicultura.

O trabalho nesta área abrange desde a manutenção e tanques e criadouros até a distribuição comercial dos animais aquáticos, passando pela engorda, processamento e comercialização.

Ao contrário do que possa parecer, a aquicultura é praticada há milênios. Os egípcios cultivavam tilápias em tanques há cerca de quatro mil anos. Relatos também apontam para a criação de peixes na China há muitos séculos atrás.