A descoberta da vila de Bom Jardim e suas belezas naturais

443 Visualizações

O mundo dos motociclistas é um mundo de camaradagem e solidariedade. Desde que comecei a viagem tenho dormido em, pelos menos, 10 casas de motociclistas que fui conhecendo pela internet e nas redes sociais. Além de receber um local para descanso, os motociclistas também apresentaram a mim os encantos das suas cidades.

E na Chapada Guimarães não foi diferente. Apesar da chuva, alguns motociclistas de Cuiabá subiram para jantar comigo e me contar as dicas de passeios do local. Por sorte, quando comentei sobre meu azar em Bonito, me falaram de Nobres e Bom Jardim, dois lugares cheios de nascentes e cachoeiras e que ficava apenas 200 km de distância da Chapada. Novamente a sorte sorria para mim!

Fernando Montoya Lagoa das Araras.

Uma única estrada até Bom Jardim

Chegamos na vila de Bom Jardim pela única estrada asfaltada que existe. Acampamos no jardim de uma pousada e logo fomos conhecer a Lagoa das Araras. No por do sol, as araras regressam aos seus ninhos nas palmeiras, que crescem nesta lagoa. O espetáculo é grandioso e estrondoso! Lindas araras, de todas as cores, voando e cantando.

Fernando Montoya Arara.

Existem apenas três pousadas em Bom Jardim e elas oferecem os mesmos passeios, embora os preços sejam diferentes. A senhora da pousada nos recomendou a flutuação na Lagoa Azul, o passeio mais conhecido de Bom Jardim, que ficava cerca de 10 km de distância pela estrada de terra. O caminho consiste em uma pequena trilha pelo cerrado até a lagoa de águas cristalinas, onde se pode observar duas nascentes e centenas de peixes. A água da lagoa é completamente transparente! Minha sorte foi ter levado uma câmera aquática.

Fernando Montoya Lago de águas cristalinas.

Aqui vão algumas dicas para os afortunados que possam visitar Nobres e Bom Jardim:

• Reservem pelos menos dois dias em cada cidade. A distância entre elas é de 60 km de estrada de terra batida, muito fácil de percorrer em qualquer veículo.

• Levar uma roupa de neoprene fino, como aqueles que usam os surfistas, pois a água é fria (apesar de que os guias insistem dizer que a água é um pouco quente).

• Bom Jardim é uma joia pouco conhecida por enquanto, mas está se tornando cada vez mais famosa. As pousadas da região já estão ampliando suas instalações.

• Os preços dos passeios são muito baratos comparados com Bonito.

Na próxima semana continuaremos pelo Mato Grosso a caminho do Pantanal, passando pela periculosidade da estrada Transpantaneira.