Conheça as espécies em extinção de lagartos brasileiros

3.007 Visualizações
Lagarto Liolaemus tenuis
Lagarto Liolaemus tenuis. Foto: anoleannals

No Brasil existem mais de 627 espécies ameaçadas de extinção. Os dados levantados pelo Ministério do Meio Ambiente são mais do que um alerta para nos preocuparmos com o futuro do nosso planeta. Uma das espécies mais ameaçadas em nosso país são os lagartos. De todos os répteis, os lagartos são os mais ricos em diversidade. Existem mais de 220 espécies de lagartos brasileiros, com mais de 10 famílias diferentes.

A principal causa da extinção desses répteis é o aquecimento global. O aumento considerável do efeito estufa diminui o tempo que os lagartos têm para buscar comida e procriar, além de que essas espécies necessitam de uma temperatura mínima necessária para se manterem ativos, caso contrário ficam somente escondidos na sombra e em locais mais frescos. E no Brasil, país de clima tropical que possui temperaturas mais elevadas, esse cenário se agrava ainda mais, já que a exposição dos animais a essas condições causa estafa e morte de famílias inteiras.

De acordo com alguns pesquisadores, existem lugares no planeta que antes eram habitados por lagartos e que hoje a espécie está extinta devido ao superaquecimento. Quando o animal resolve sair para buscar água e comida já está quase na hora de voltar e se recolher, eliminando também as chances de copulação. Sem a proliferação da espécie e sem condições mínimas de sobrevivência a extinção é inevitável. O Liolaemus lutzae, por exemplo, espécie que vive no litoral do Rio de Janeiro, teve uma baixa de 30% no ano passado devido ao calor excessivo.

Lagarto  Liolaemus lutzae
Lagarto Liolaemus lutzae. Foto: faser

Pesquisadores estimam que 20% das espécies de lagarto do mundo sejam extintos até 2080 se o efeito estufa não for minimizado. Os gases poluentes que transformam o planeta em uma verdadeira estufa, impedindo que os raios solares sejam refletidos para o espaço é o que causa o aquecimento global.

De acordo com um grupo de pesquisadores, dentre os quais um é brasileiro, os lagartos já são considerados uma espécie em extinção em massa. Segundo eles, 40% de todas as espécies serão extintas nos próximos anos se não ocorrer a redução da emissão dos gases estufa. As extinções podem ser evitadas se todos se esforçarem e fizerem sua parte. Porém, mesmo com esta redução do efeito estufa, grande parte das espécies já está condenada.