AWS estima que estresse hídrico afetará 47% da população mundial em 2030

297 views
© Depositphotos.com / ginasanders Falta de água.

Publicado no dia 8 de abril pela Aliança para o Uso Responsável da Água (AWS, sigla em inglês), o documento intitulado de Padrão Internacional para Uso Responsável da Água, ressalta a necessidade da implementação de critérios para a gestão sustentável destes recursos naturais. A AWS, organização internacional, estima que 47% da população mundial habitará áreas desoladas pelo estresse hídrico e busca conscientizar a humanidade através deste estudo.

Considerando os fatores que ameaçam as reservas e distribuição de líquido potável, como poluição e mudanças climáticas, o texto afirma que o problema com escassez de água já está afetando a sociedade, o meio ambiente e a saúde econômica de algumas partes do planeta. Sendo assim, a AWS garante que as cidades, indivíduos e os setores da agricultura, indústria e produção de energia sabem que a adesão à gestão ecologicamente correta deve ser urgente.

Por isso, o Padrão requer que o uso da água seja socialmente igualitário, sustentável em relação à natureza, financeiramente benéficos e de realização acessível a todos os envolvidos. Incluindo ações, critérios e indicadores direcionando para uma administração mais cuidadosa dos reservatórios de H2O, a organização indica que todas as entidades das diversas áreas da economia ao redor do mundo, sejam públicas ou privadas, podem se adequar a tais princípios.

Segundo a AWS, as condutas sustentáveis têm potencial para interagir com qualquer situação referente à água, seja utilização, consumo, fontes, recursos, represamento, etc., ultrapassando fronteiras ao engajar diversos elementos no desenvolvimento de soluções colaborativas. Contando com análises de iniciativas e autoridades de 30 países, o documento está disponível para download gratuito na página oficial da Aliança para o Uso Responsável da Água.