Animais em extinção no pantanal

24.106 Visualizações

Reconhecido como Reserva da Biosfera pela UNESCO, em 2000, o Pantanal brasileiro é uma das reservas naturais mais diversificadas do mundo, rico em fauna e flora.

O bioma possui uma área com mais de 250 mil km² e no Brasil pode ser encontrado no Mato Grosso, onde ocupa cerca de 7% do território e Mato Grosso do Sul, onde a taxa de ocupação chega a 25%. O Pantanal também está presente no norte do Paraguai e leste da Bolívia.

Pantanal
Foto: alkoby

A região possui uma economia forte, com fazendas de gado nas regiões de planícies e com pesca, o Pantanal atrai também, muitos estrangeiros e brasileiros, gerando renda, novos empregos e fortalecendo o turismo.

Conhecido pelo seu regime de cheias – que podem atingir cerca de 80% da região e transformá-la em um lençol d’água – e secas, o Pantanal concentra uma diversidade grande de animais. Entre eles, estão diversas espécies como: 263 de peixes, 122 de mamíferos, 93 de répteis, 1.132 de borboletas e 656 de aves.

As inundações e baixa fertilidade do solo impediram a ocupação humana, no que diz respeito ao avanço da agricultura e industrialização na região. No entanto, o bioma corre riscos, já que os seus principais rios nascem nos planaltos e nas chapadas do Cerrado, que sofrem com graves problemas no seu ecossistema.

Além disso, a caça e pesca ilegal, também são fatores que contribuem para o aumento da devastação da fauna e flora da região. Os jacarés, por exemplo, são alvos dos caçadores devido à sua pele muito procurada para confecção de roupas e sua carne, que, além de comercializada, é utilizada para consumo próprio.

Segundo dados do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, existem cerca de 28 animais em extinção no Pantanal. Entre os principais animais em extinção no Pantanal destacam-se:

• Cervo-do-Pantanal (Blastocerus Dichotomus);

Cervo do Pantanal
Foto: schenfeld

• Onça-pintada (Panthera onça);

Onça pintada
Foto: marciomotta

• Arara-azul (Anodorhynchus hyacinthinus);

Arara-azul
Foto: ana_cotta

• Cascudo-cego (Ancistrus formoso);

Cascudo cego
Foto: marti669

• Coral-de-água-doce (Uruguaya corallioides).

 

Coral de água doce
Foto: reefsimples

Preservação

Em 1975, a Embrapa instalou uma unidade de pesquisa em Corumbá para auxiliar na preservação dos animais e avaliar os impactos causados pelas ações humanas. Hoje em dia, a região do Pantanal já conta com outros tipos de pesquisas e centros de apoio, como Universidades e ONGs.