As 10 plantas mais venenosas para o homem no mundo

1.311 Visualizações

Na natureza, muitas plantas escondem por traz de sua beleza um perigo: são venenosas. O efeito da toxina varia muito de pessoa para pessoa e depende da espécie. Porém, o contágio pode se dar comendo a planta, tendo contato pela pele e até cheirando o perfume que ela exala. Assim, confira a lista com as 10 plantas mais venenosas para o homem:

Crédito: Flickr / Thalita Carvalho Mamona

No mundo a planta considerada mais venenosa é a mamona (Ricinus communis). Muitas crianças brincam com a planta, mas a mesma possui grande quantidade da toxina ricina. Sendo que uma semente crua de mamona é suficiente para causar uma morte sofrida e repleta de dores.

Na sequência aparece a beladona (Atropa belladonna). Também chamada “cereja-do-inferno”, a planta é nativa da Europa, África do Norte e Ásia Ocidental. Rica em um alcaloide chamado tropano, a espécie pode causar delírio e alucinações. Outros indícios do envenenamento por beladona incluem perda da voz, boca seca, dor de cabeça, dificuldades respiratórias e convulsão.

Podendo atingir até 60cm e com flores violetas, a ervilha do rosário (Abrus precatorius) tem origem na Indonésia e contém o abrin, substância parecida com a ricina de outras plantas tóxicas. Porém, a sua concentração é 75 vezes mais forte, sendo necessários apenas 3 microgramas de abrin para matar um adulto.

Das regiões montanhosas do hemisfério norte vem o aconitum. Também conhecido como “capacete-do-diabo”, a espécie possui uma grande quantia do alcaloide pseudaconitina. Caso ocorra a ingestão, a pessoa sofre queimação abdominal e nos membros do corpo. Em grandes doses, a morte pode ocorrer dentro de 2 a 6 horas, bastando apenas o consumo de 20 mg para pôr fim à vida de um humano adulto.

Crédito: Flickr / Tatters Aconitum

Com flores brancas ou amarelas, Water hemlock é um grupo de plantas extremamente venenoso. Elas contêm uma substância conhecida como cicotoxina, que causa convulsões, e todas as partes do espécime são perigosas – principalmente a raiz, onde o veneno é mais potente.

Já os atraentes frutos vermelhos do teixo (Taxus baccata) contém um veneno que se esconde na semente. Apenas 50g de teixo é fatal para um homem. Já a noz-vómica (Strychnos nux-vomica), com seus pequenos frutos arredondados (parecidos com laranjas), é altamente perigosa, pois contêm os alcaloides venenosos estricnina e brucina.

Nativa da América do Sul, a trombeta-de-anjo (Brugmansia suaveolens) possui todas suas partes consideradas tóxicas e narcóticas. Mesmo sabendo do perigo, algumas pessoas ingerem um chá feito com as flores como um potente alucinógeno.

Apesar da aparência simpática, o olho-de-boneca (Actaea pachypoda) possui no fruto uma toxina chamada carcinógeno, que possui efeito sedativo. Por fim, a white snakeroot (Ageratina altíssima) é outra das mais venenosas plantas do mundo, pois contém um alto teor de tremetol – uma substância que mata pessoas indiretamente.