Programa Lixo Zero vai multar quem sujar ruas do Rio

352 Visualizações
Programa Lixo Zero
Foto: Policia Municipal

Agentes da Comlurb, Polícia Militar e Guarda Civil vão se espalhar pelas ruas da cidade do Rio de Janeiro no início de julho para coibir a ação das pessoas que jogam lixo nas vias públicas. O Programa Lixo Zero criado pela Prefeitura em parceria com a organização do Rock in Rio tem o objetivo de conscientizar a população sobre a conservação e limpeza das ruas e patrimônios públicos.

A equipe do Programa Lixo Zero, composta por 638 agentes, estarão munidos de mini- impressoras e palm-tops para identificar os infratores pelo CPF. Confirmada a identidade, os agentes vão emitir o auto de infração da multa que varia de 157 a 3 mil reais, de acordo com o volume de lixo descartado. O cidadão terá 30 dias para recorrer, mas o não pagamento da multa pode colocá-lo no cadastro de inadimplentes do Serasa.

Papéis de lanche, comprovantes de serviços de banco, embalagens de biscoito e latas estarão na mira dos fiscais. Bitucas de cigarro e sujeira não recolhida pelos donos dos cães também entrarão na lista de dejetos que serão observados. Para o prefeito Eduardo Paes “o ideal é que os agentes não fiquem atrás das pessoas multando. O que a gente espera é que seja uma mudança cultural”, esclarece.

As ações começarão pelo centro do Rio e aos poucos será levada aos bairros do Leblon, Ipanema, Botafogo, e assim por diante, afirma o presidente da Comlurb, Vinicius Roriz. As operações vão ocorrer pela manhã, tarde e à noite em algumas regiões da Lapa. Roriz ressalta que “o objetivo não é punir o cidadão, mas sim mudar o seu comportamento”.

Campanha do Lixo

A campanha de conscientização no Rock in Rio foi uma das alternativas encontradas como meta da redução do lixo urbano. De acordo com a vice-presidente do evento musical, Roberta Medina, o objetivo é chamar a atenção para o problema e provocar um movimento coletivo de conscientização para o descarte correto do lixo.

Programa Lixo Zero
Foto: Daniela Dacorso, O Globo

Na campanha os 2.600 garis usarão braçadeiras com a mensagem de reforço “Lixo no Lixo, Rio no Coração”, as mesmas que serão colocadas nos caminhões da Comlurb. A ideia agradou a publicitária Patricia Amorim de Carvalho, 26 anos, que acredita que muitos só aprendem quando pesa no bolso.