Governo lançará plano de fortalecimento do agroextrativismo na Amazônia

208 Visualizações
Amazônia
Foto: pontodeak

O Governo Federal irá lançar um plano de fortalecimento do agroextrativismo, promovendo a abertura de debates e a implantação de políticas públicas que proporcionem desenvolvimento sustentável aos habitantes das florestas da Amazônia e suas proximidades. O anúncio será feito durante o 2º Chamado da Floresta, evento iniciado hoje, 28, com realização na Reserva Extrativista (Resex) Gurupá-Melgaço, no município de Melgaço, na região leste do Pará.

A cerimônia, com previsão de término para amanhã, 29, contará com as presenças das ministras do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, e o secretário executivo da Secretaria-Geral da Presidência da República, Diogo de Sant’Ana.

Os representantes do Governo Federal irão explicar sobre as características das medidas a serem implementadas pelo plano de fortalecimento do agroextrativismo nos setores de educação, saúde, energia, transporte, assistência técnica para as comunidades, moradia e projetos de assentamento extrativista.

A ação pretende difundir conhecimentos sobre manejo sustentável, o que previne explorações abusivas aos recursos naturais disponíveis na região amazônica, combater o uso ilícito das matérias-primas e regulamentar a situação das terras ocupadas pelas populações ribeirinhas, que têm vivido em condições de descaso.

De acordo com Izabella Teixeira, as expectativas são de 54 mil famílias tenham títulos de propriedade até 2014. É importante salientar estes números chegavam somente a 3.800 em 2006, porém, atualmente, 34 mil famílias já possuem esta documentação. Sob os temas de Conservar a Floresta e Proteger a Vida, o evento irá homenagear o líder Chico Mendes, seringueiro assassinado em Xapuri, no Acre, no dia 22 de dezembro de 1988.