França aprova lei que obriga prédios comerciais a terem telhado verde ou placa solar

686 views
Fonte: Exame Além de diminuir o impacto ambiental, os telhados verdes garantem economia de energia.

Considerado peça fundamental no desenvolvimento de um país, o setor da construção civil é um dos que mais consome recursos naturais em todo o mundo. Estima-se que as atividades utilizam entre 40% e 75% dos recursos existentes, resultando em uma enorme geração de resíduos.

Para assegurar o desenvolvimento sustentável, com menos impacto ao meio ambiente, governos e empresas atuam em parceria na busca por soluções inovadoras, de modo a garantir conforto para usuários e economia na operação destes novos empreendimentos.

Seguindo essa premissa, a França aprovou uma lei que obriga todos os novos prédios comerciais a terem telhados verdes ou placas solares. A legislação foi aprovada pelo Parlamento Francês no final de março, após o governo ter sido muito pressionado por ativistas ambientais.

A reivindicação inicial era para que todos os prédios fossem obrigados a utilizar vegetação nos telhados, inclusive os residenciais. De acordo com os ativistas, esse sistema é muito mais benéfico que o outro proposto e, posteriormente, aceito.

Isso porque o telhado verde funciona como isolante térmico, reduzindo a quantidade de calor absorvida, deixando os ambientes internos mais frescos e reduzindo a necessidade de aquecimento e arrefecimento artificial, por exemplo.

O governo, no entanto, conseguiu entrar em um acordo e permitir que o responsável pela obra faça a escolha entre a vegetação ou as placas solares, já que a segunda é uma tecnologia que tem custado cada vez menos, devido a popularização da energia fotovoltaica.

Além disso, os painéis solares convertem a energia do sol em eletricidade, o que dispensa a utilização de fontes não renováveis, como as termoelétricas. Dessa forma, estima-se uma redução na dependência das usinas nucleares que, atualmente, suprem até 75% da demanda de energia da França.

O país pretende, ainda, implantar mais ações que possam mitigar os problemas causados pelas atividades humanas. Além das construções mais sustentáveis, foi implantado o rodízio, a fim de diminuir o número de carros nas ruas.