Conheça o modelo de agricultura de jardinagem e suas vantagens

5.884 views
istock.com / ipopba A agricultura de jardinagem usufrui de toa a sua disponibilidade para preservar os solos férteis.

A agricultura de jardinagem é uma técnica milenar de cultivo caracterizada pela subsistência. Sua denominação está relacionada com os cuidados que são exigidos do plantio até a colheita, como se as áreas agrícolas realmente fossem jardins, mas em que são plantadas mudas que serão cultivadas em áreas pequenas — geralmente localizadas em terrenos montanhosos ou encostas.

Como surgiu a agricultura de jardinagem?

A agricultura é uma técnica criada pelo homem para obter um melhor aproveitamento da terra, plantando alimentos e outros produtos para sua subsistência. Não se trata de uma simples coleta do que é produzido naturalmente pela natureza, mas um processo aprimorado a partir do conhecimento sobre o ambiente e do que se vai plantar.

Seu surgimento marcou uma grande evolução dos seres humanos, que passaram de nômades para sedentários, deixando de buscar alimento em várias regiões para se fixar num local e produzir seu alimento. Ao se estabelecer num local, o homem também começou a desenvolver normas sociais que culminaram na criação de comunidades e sociedades até chegar ao que existe nos dias de hoje.

Mesmo com todas as tecnologias presentes na atualidade, a agricultura é essencial para a existência do homem. Diferentes tipos de plantio foram surgindo ao longo dos séculos, transformando os sistemas agrícolas e que se refletem na técnica utilizada, a produtividade e os bens produzidos, além da qualidade de vida do agricultor.

A produtividade tem a ver com o aproveitamento do solo e da mão de obra utilizada, que acaba se refletindo na qualidade da produção e do produto — como a agricultura intensiva, que utiliza um número menor de trabalhadores, com menos espaço no solo e sem perder a qualidade e fertilidade da terra, ou a agricultura extensiva, que utiliza muita terra e mão de obra sem se preocupar com o desgaste do solo.

Como é realizada a agricultura de jardinagem

Usada majoritariamente no sudeste asiático, a agricultura de jardinagem utiliza grande quantidade de mão de obra, com bom rendimento e baixo nível tecnológico. Há um grande estímulo de países com populações numerosas para essa prática agrícola, que tende a ser voltada para o mercado interno. Como, em geral, há grandes espaços para o cultivo e mão de obra abundante, a agricultura de jardinagem aproveita toda a sua disponibilidade para manter os solos férteis e oferecer trabalho a população.

A diferença entre os países é a relação de trabalho existente e a propriedade da terra usada. Em países como a China, o trabalhador agrícola recebe um documento de posse das terras que utiliza, mas não é proprietário delas. Em outros, usam os grandes latifúndios com parcerias.

Um exemplo da utilização do solo de forma proveitosa na agricultura de jardinagem é o período de maiores índices de chuva. Como o relevo fica naturalmente mais acidentado, o agricultor planta em curvas de nível, para um melhor escoamento da água retida. Esse método ajuda a evitar a erosão e inundações.

Clique aqui e confira as principais características e vantagens da agricultura de jardinagem.