Obama premia estudante mexicano de 21 anos por invento ecológico

510 views

 

Divulgação O jovem inventor Felipe Gómez del Campo

Aos 16 anos, quando deu início a um trabalho escolar, o estudante mexicano Felipe Gómez del Campo jamais imaginou que isso o levaria para a Casa Branca, nos Estados Unidos. Hoje, com 21 anos, ele foi reconhecido pelo presidente do país, Barack Obama, pela invenção que promete reduzir o custo do combustível nas turbinas de aviões em 10%.

Com um isqueiro e uma fonte de alta tensão na garagem da casa seus pais em Miami, na Florida, o jovem deu início ao projeto que mudaria sua vida e o tornaria um dos empresários mais jovens do mundo.

O projeto evoluiu com a ajuda de centros acadêmicos e do governo norte-americano e hoje se destaca em todo o mercado. Além do custo, o estudante ainda prevê, por meio da tecnologia, a redução de até 20% nas emissões de gases poluentes.

Apesar da conquista e do apoio recebido, Gomez afirma que ainda vai demorar para que a inovação seja aplicada nas aeronaves, já que é preciso alto investimento, privado e público. Ele acredita que falta incentivo tanto dos empresários quanto dos governos para que soluções como essa possam ser desenvolvidas.

Foco no México

Apesar de viver há anos nos Estados Unidos, Gomez sente necessidade de levar iniciativas como essa para o México. Segundo ele, no país há falta de incentivo para o desenvolvimento desse tipo de trabalho e, agora que o mercado de aviação deve voltar a crescer graças a um acordo entre o governo e a empresa canadense Bombardier, é preciso investir nos jovens e em tecnologias inovadoras.

Para atingir esse objetivo, comandando a sua própria empresa, a FGC Plasma Solution, o jovem pretende voltar ao país de origem e apoiar outros jovens que queiram participar de projetos desse tipo e, até mesmo, ajudar a Companhia a aplicar a tecnologia.