Pão de Açúcar anuncia venda de produtos escovados

Através do novo processo, a rede será capaz de economizar 30000 litros de água por mês e prolongar a durabilidade dos alimentos

10 de março de 2017
publicado por
Redação

© Depositphotos.com / slaviyanka72 Ação fará com que rede de supermercados economize até mil litros de água por dia.

A partir de agora, todas as 130 lojas da rede de supermercados Pão de Açúcar no estado de São Paulo passarão a comercializar alimentos escovados. Através de sua assessoria, a rede confirmou que batatas, cenouras e mandioquinhas são os primeiros produtos a se adaptarem ao processo e já estão disponíveis em todas suas unidades paulistas.

Para explicar a alteração feita no processamento, a empresa defendeu que alimentos escovados podem economizar até 1000 litros de água por dia – já que produtos deste tipo eliminam a lavagem tradicional feita por produtores, chegando “cru” para o consumidor final.

Além da economia de água, os legumes escovados comprovadamente prolongam sua validade para consumo. De acordo com os especialistas do Pão de Açúcar, a durabilidade da batata escovada, por exemplo, é quatro vezes maior que o alimento comum. Laura Pires, Diretora de Sustentabilidade Corporativa do GPA (controlador do Pão de Açúcar), diz que, ao aderir aos produtos escovados, a rede supermercadista multiplica os benefícios ao meio ambiente e ao consumidor.

“Para se ter ideia, o fornecedor gasta cerca de 12 litros de água para lavar um quilo de mandioquinha, que, via de regra, é lavada novamente pelo consumidor no preparo da refeição”, afirma Bruna Rocha, Gerente do Desenvolvimento de Vendas e Clientes do Pão de Açúcar.

Com a implantação do novo método, os três alimentos passaram a economizar, respectivamente:

- Batata: de 0,8 a 2 litros de água por quilo
- Cenoura: de 0,8 a 1 litro de água por quilo
- Mandioquinha: de 10 a 12 litros de água por quilo

“A iniciativa faz parte de um conjunto de ações sustentáveis desenvolvidas pelo Pão de Açúcar, rede pioneira em sustentabilidade no varejo brasileiro. Por meio da comercialização de legumes escovados, contribuímos com o nosso objetivo de reduzir o impacto ambiental das nossas atividades, diminuindo o uso de água, e contribuindo ainda para a redução de desperdício de alimentos”, finaliza Laura.