Empresa fabricante de papéis adota ações para minimizar desperdício de água

Água

Foto: facebook

A empresa Celulose Irani, fabricante de papéis e resinas, tem desenvolvido a ação batizada de “Gestão de Recursos Hídricos”, que visa modernizar estações de tratamento de água, recuperar reservas danificadas pelo homem e minimizar os desperdícios. Por isso, em 2013, a organização recebeu o selo de sustentabilidade do Programa Benchmarking Brasil, uma certificação criada pelo Instituto Mais.

Embora a utilização de recurso hídrico seja necessária para as atividades da companhia, a Celulose Irani estuda maneiras de executar seus procedimentos sem causar desequilíbrios ao meio ambiente. Além de reduzir o consumo de água, o empreendimento exerce o monitoramento de mananciais e de suas próprias demandas por líquido.

Contando com sistemas de reaproveitamento de água e menos disseminação de resíduos, através de “circuitos fechados” em áreas produtivas, a empresa obtém melhores desempenhos, otimiza os processos das fábricas e acumula despesas menores, favorecendo clientes, colaboradores e a natureza.

Empresa: Celulose Irani

Case: “Gestão de Recursos Hídricos”

Responsável: Ricardo Bernasconi

Henrique Almeida

Jornalista formado em 2013 pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), atualmente redator do Pensamento Verde. Atuou nas assessorias de imprensa da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Departamento de Águas e Energia Elétrica.