Grupo Copobras investe forte em coleta seletiva e atinge 95% de reciclabilidade

444 Visualizações

Investir em reciclagem é mais do que simplesmente separar seus resíduos, é principalmente, uma mudança cultural e é nisso que a Copobras aposta!

A reciclagem é o processo de transformação de um resíduo sólido que não será mais aproveitado no estado em que se encontra, tornando-se novamente uma matéria-prima para que seja desenvolvido um novo produto, como embalagens, tampas, canetas, e etc.

O Grupo Copobras tem feito escolhas conscientes, unindo produtividade com sustentabilidade. A empresa tem investido forte em coleta seletiva, alcançando 95% de reciclabilidade em sua matriz, na cidade de São Ludgero/SC, com a destinação correta dos resíduos provenientes da produção dos descartáveis e embalagens flexíveis.

Investe em treinamento para os colaboradores, no qual são orientados sobre a importância da coleta seletiva, que é feita por meio da disponibilização de coletores em todo o espaço físico da empresa com comunicação visual, explicando quais materiais devem ser descartados em cada coletor. Desta forma, todos os funcionários e visitantes descartam de maneira correta e com sabedoria.

Os resíduos são destinados para cooperativas especializadas em reciclagem, localizadas em Santa Catarina, onde os recicláveis irão virar renda para os cooperados.

Segundo o departamento de Meio Ambiente do Grupo Copobras, a empresa investe forte na coleta a fim de alcançar um bom percentual de reciclagem. “Desde 2010, passamos a aperfeiçoar o projeto de coleta seletiva para que ele fosse cada vez mais positivo. Investimos forte no trabalho de conscientização nos âmbitos da sustentabilidade e da coleta seletiva com os colaboradores do grupo. Colhemos bons frutos, como mostra o índice de 95% de reciclabilidade, ou seja, quase a totalidade dos nossos resíduos são encaminhados para a reciclagem, e não mais para aterros sanitários”, disse Renan Niehues Nunes, Engenheiro Ambiental e de Segurança do Trabalho do Grupo Copobras.

Além do desenvolvimento do projeto de coleta seletiva, o Grupo Copobras é apoiador do Programa de Logística Reversa de Copos Plásticos de Polipropileno (PP), que orienta e incentiva organizações sobre o destino correto dos copos descartáveis após o seu uso.

O programa é uma iniciativa da Braskem e da Dinâmica Ambiental, que busca valorizar os resíduos plásticos ao longo de toda a cadeia produtiva. A Copobras é aliada neste projeto, e além disso, destina todos os copos de PP usados dentro da empresa para as recicladoras parceiras, a fim de que o copo usado seja transformado em resina pós-consumo, que será utilizada na fabricação de novos produtos.

Além disso, a Copobras é parceira da PEV Santa Luzia, um ponto de entrega voluntária, implantado em frente a unidade Copobras III, em SC. A parceria possibilita que as pessoas e funcionários da unidade façam o descarte e a destinação correta dos materiais como o alumínio das marmitas, bandejas, copos, pratos, e muitos outros recicláveis.

A implantação de PEVs é um dos focos da coalizão embalagens, liderada pelo Compromisso Empresarial Para Reciclagem – CEMPRE, que atua na implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

“Essa é mais uma das iniciativas que implantamos com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável por meio da logística reversa, que é um sistema que possibilita o retorno de materiais que, após o consumo, retornam para uma nova atividade industrial. Podemos usar como exemplo a bandeja de isopor, que depois do seu uso e seu descarte correto, poderá ser utilizada na fabricação de rodapés residenciais”, finalizou Renan.