Copo descartável consome menos água e energia do que o reutilizável

768 Visualizações

Presente no cotidiano pela praticidade que oferece, o copo plástico, também conhecido como descartável, tem ainda compromisso ambiental, como revela pesquisa que demonstra economia de água e energia em seu ciclo de vida.

O estudo (ACV – Avaliação de ciclo de vida)  foi realizado pela Braskem, em parceria com a ACV Brasil, consultoria em sustentabilidade especializada na técnica da avaliação do ciclo de vida de produtos. O trabalho analisou o hábito de consumo de água em um ambiente corporativo com grande fluxo de pessoas utilizando copos reutilizáveis e descartáveis. Ambos os tipos foram usados duas vezes antes de serem descartados (no caso dos descartáveis) ou lavados (no caso dos reutilizáveis).
A análise comparou o uso do copo de cerâmica reutilizável (200 ml e 190 g), o copo de vidro reutilizável (200 ml e 115 g), o copo plástico de PP (polipropileno) reutilizável (200 ml e 20 g) e o copo de PP descartável (200 ml e 1,88 g). O estudo apontou que, cada copo descartável consumiu, desde a sua produção até o seu descarte e reciclagem, 26 ml de água. Já os reutilizáveis, o gasto foi de 232 ml para cada lavagem feita mecanicamente (utilizando máquina de lavar louças) e de 1.200 ml a 1.700 ml a cada lavagem feita manualmente.

Em relação ao gasto energético, o consumo energético do copo descartável em todo o seu ciclo de vida é de 6,66 WH por copo contra 16,01 WH por copo reutilizável (quando analisada a etapa da lavagem mecânica).

O estudo foi revisado pela KPMG, empresa especializada em serviços de auditoria e consultoria.

Assista também o vídeo ilustrativo sobre o ACV!

Descarte correto é fundamental!

Na hora em que o copo plástico precisar ser descartado, fazê-lo de maneira correta é fundamental para contribuir com o meio ambiente. Os copos plásticos de polipropileno (termoplástico derivado do propeno) e conhecidos por sua qualidade (boa resistência térmica, química, à solvente e à quebra), são 100% recicláveis.

Uma alternativa prática de separá-los adequadamente para o processo de reciclagem é por meio dos coletores de copos, que os acondicionam em maior quantidade do que uma lixeira comum (gerando economia com sacos de lixo) e de forma organizada.

Veja as dicas assistindo o vídeo de boas práticas!

           

Todos juntos em prol da economia circular!

Empresas do setor estão engajadas na missão de reaproveitar os copos plásticos descartados, valorizando a matéria-prima e, assim, contribuindo para que a mesma retorne várias vezes em diferentes produtos. É o caso da Braskem, a maior produtora de resinas termoplásticas das Américas, e da empresa Dinâmica Ambiental, que juntas desenvolvem ação de logística reversa, denominada Programa de Reciclagem de Copos Descartáveis de PP. A iniciativa, que tem ainda o apoio das empresas Altacoppo, Copobras e Jaguar Plásticos, faz parte da plataforma Wecycle, criada com o objetivo de desenvolver negócios e iniciativas para a valorização de resíduos plásticos por meio de parcerias, trazendo confiabilidade e qualidade ao desenvolvimento de produtos, soluções e processos que envolvam todos os elos da cadeia de reciclagem do plástico.

O conjunto de participantes visa promover a orientação e o incentivo a outras companhias sobre o descarte correto de copos plásticos, oferecendo também treinamentos para auxiliar na redução de custos e na melhor gestão dos recursos hídricos por exemplo.

 

Como se desenvolve o trabalho?

 

A equipe da Dinâmica Ambiental faz a coleta dos copos de PP nas empresas que aderem ao programa e os encaminham para recicladoras parceiras Wecycle. Os copinhos, então, serão transformados em resina pós-consumo onde será utilizada para a fabricação de novos produtos, como por exemplo, tampas para cosméticos e utensílios domésticos.

As companhias que se interessarem pela ação podem tornar-se apoiadoras, auxiliando por meio de aporte financeiro via cotas, ou como participante, destinando à iniciativa os copos plásticos gerados no estabelecimento. A participação garante à empresa um espaço no Portal Pensamento Verde, um dos maiores portais de sustentabilidade e meio ambiente da atualidade.