Feiras Orgânicas Sustentáveis

617 views

Sustentabilidade! Uma palavra tão usada ultimamente e que de acordo com o dicionário é a habilidade de sustentar, mas sustentar o que? Sustentar a nossa vida? Sustentar nosso planeta? Sustentar os animais?

Em primeiro lugar temos que nos sustentar, cuidar de nós, cuidar do nosso corpo, da nossa mente e do nosso espírito. Para começar com o primeiro, o corpo, praticar atividades físicas prazerosas e não por obrigação; dormir bem é outra etapa fundamental; ter vida social, especialmente ficar perto de pessoas que nos fazem bem e que costumam nos fazer sorrir; e outra tão ou mais importante quanto, seria cuidar de nossa alimentação. Mas por onde começar?

Alimentos orgânicos
Foto: blogviniciusdesantana

Vamos falar de algo que precisa ser sustentado, a nossa comida!

Como seria uma comida sustentável? Quais seriam as características de uma comida sustentável? Quem decide se essa comida é sustentável ou não? O governo ou a sociedade? Na hora de comprar como ter certeza que aquele alimento é sustentável? São muitas perguntas e para muitas delas existe resposta.

Uma comida sustentável começa no campo, onde são usadas sementes livres de agrotóxicos e sem ser geneticamente modificadas (GMO) ou transgênicas (T). Depois quem planta deve ter uma consciência que as plantas vivem em equilíbrio e harmonia com a natureza e precisam ser cultivadas em um ambiente favorável com todos os nutrientes, não somente fertilizantes químicos com três elementos, como Nitrogênio, Fósforo e Potássio (NPK). Como uma planta pode ser rica em um determinado mineral se o solo não tem esse mineral? Como o ser humano pode ter cálcio no corpo se ele não consumir cálcio? O mesmo acontece com as plantas.

O próximo passo é a planta ser tratada com respeito e no processo de colheita ela precisa ser colhida com carinho. Durante o transporte, que é a etapa mais importante, todo o trabalho pode ser perdido pelo calor ou frio. Durante a venda, o produto deve ser vendido com vida, para chegar à mesa do consumidor o mais fresco possível. Bom! Parece até uma utopia, mas isso já é uma realidade para muitos consumidores conscientes que sabem da importância de um alimento fresco, saudável e sustentável para a nossa mãe, a Mãe Natureza, a Mãe Terra. Somos filhos da natureza e precisamos ter uma alimentação viva.

O Brasil tem feiras de produtos sustentáveis espalhadas por todo país e o governo tem uma lista com todas as feiras separadas por cidades. Você pode encontrar a feira mais próxima de você no site do IDEC.

Eu particularmente adoro as feiras orgânicas e biodinâmicas, mas onde encontro no meio de uma grande cidade cercada de concreto como São Paulo? Ah! Agora vem uma boa dica para todos que moram nessa grande metrópole ou está visitando a cidade. Existem várias, mas vou destacar uma que gosto muito, a Feira de Produtos Orgânicos do Parque da Água Branca, que acontece todas as terças-feiras, sábados e domingos das 5h da manhã às 12h. E, que a partir do mês de outubro, terá também sua versão noturna, todas as terças-feiras, para aqueles que não gostam de acordar cedo ou não têm tempo para comprar de dia. Lá é possível encontrar todos os tipos de frutas, verduras, temperos, molhos, ovos, leites, iogurtes, castanhas, etc. Indico a barraca do Virgílio, já na entrada da feira no canto esquerdo, com ele sempre compro açaí orgânico e sementes de cacau, os dois campeões de antioxidante do mundo.

Aproveito que estou no parque para fazer uma caminhada e depois das compras tomar um café da manhã no meio das árvores, que é relaxante e sensacional!

Bom! Fica a dica e quem quiser saber mais sobre a feira, que também tem muitos cursos e workshops é só entrar no site da Associação de Agricultura Orgânica.

Obrigada e até a próxima!