Costa Rica é a primeira nação tropical a reverter desmatamento, aponta Banco Mundial

901 views
iStock.com / DmitriyBurlakov Ações ajudaram Costa Rica a fomentar o turismo sustentável.

A difícil missão de combater o desmatamento e seus impactos no meio ambiente é uma questão cada vez mais emergente para o futuro e constantemente debatida pelos governantes. Longe de ser um problema restrito a uma região do planeta, o desmatamento e seu impacto são consequências da ação humana no desenvolvimento e preservação da natureza.

Agindo na contramão do resto do mundo, a Costa Rica foi reconhecida pelo Banco Mundial como a primeira nação tropical a reverter o quadro de desmatamento em seu território. Conduzindo uma série de ações preventivas em prol do combate à prática ilegal do desmatamento, o governo costarriquenho tem hoje grandes motivos para comemorar os avanços ambientais do país.

Depois de sofrer muitas décadas com o desmatamento, justificado com o objetivo de valorizar a agricultura local e criação de animais, a Costa Rica deu início a um plano de políticas de proteção nos anos 80, quando a situação do país era caótica, e que vem surtindo resultado. Para se ter uma ideia, em 1983 as florestas costarriquenhas cobriam apenas 26% do território, enquanto hoje a nação se orgulha em ter ultrapassado o nível de 50% de cobertura em toda sua extensão.

Ações em prol do meio ambiente

Segundo o Banco Mundial, as florestas do país representam uma “incrível história de sucesso” para o presente e futuro. Mas não é de hoje que a relação entre o governo do país e a instituição financeira se desenvolvem positivamente. Desde 2012, ambos têm trabalhado em parceria de um projeto que visa colher mais dados sobre os recursos naturais que integram a economia do país (como florestas, água e energia, por exemplo).

Como resultado do projeto e de outras iniciativas do governo, as florestas contribuem com 2% do PIB (Produto Interno Bruto) costarriquenho, número superior ao esperado pelos especialistas inicialmente. Em conjunto, a nação alcançou um crescimento significativo nos setores de turismo sustentável e de geração de energia hidrelétrica.

Para estes próximos anos, o desafio do governo será manter o planejamento de atividades para conservação das florestas e incentivar novas soluções que valorizem também outros recursos naturais. Desta forma, a Costa Rica espera influenciar outras nações a desenvolver novos planejamentos ambientais em suas gestões.